Home»Cidade»Mogi Guaçu reduz número de óbitos nas vias urbanas

Mogi Guaçu reduz número de óbitos nas vias urbanas

Mogi Guaçu tem uma frota de 112.655 veículos, para uma população de 150.713 habitantes

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Da Redação

Nos últimos dias de 2018, através da assessoria de imprensa, a Prefeitura divulgou que Mogi Guaçu recebeu congratulações do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito pelo seu desempenho quanto à redução do número de acidentes com vítimas fatais em vias urbanas. Os dados são referente ao mês de novembro.

De acordo com o Painel de Resultados publicado no dia 19 de dezembro, Mogi Guaçu não teve nenhum acidente com óbitos no sistema viário urbano em novembro, ante a meta estabelecida para o mês, que era de um acidente. No acumulado do ano, de janeiro a novembro, foram registradas sete ocorrências fatais na malha urbana, uma a menos que a meta estabelecida para o período, que era de oito óbitos.

Os dados são do Infosiga-SP (Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo), que produz e divulga os relatórios mensais para as Prefeituras. O convênio entre o município e o Governo do Estado no contexto do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito foi assinado pelo então governador Geraldo Alckmin (PSDB) e o prefeito Walter Caveanha (PTB) em fevereiro de 2017.

A gestão da segurança no trânsito nas vias urbanas é de competência da Prefeitura. Já nas rodovias, é do Estado ou das concessionárias, no caso das que foram privatizadas. E nelas, dentro do território de Mogi Guaçu, as metas, tanto para novembro quanto para os 11 meses, não foram cumpridas. Era de zero para novembro, mas houve um óbito no mês, e de seis de janeiro a novembro, período que registrou 14 mortes.

Salvador
Salvador

O relatório anota também as metas para acidentes não identificados. Para novembro, era de duas ocorrências, mas o mês fechou sem nenhuma, e para o período de janeiro a novembro, era quatro, com somente um registro.

No total, em 11 meses, ocorreram 22 mortes em acidentes de trânsito no território do Município de Mogi Guaçu, sendo sete em vias urbanas, 14 em rodovias e um não identificado.

O secretário de Obras e Viação e presidente do Comutran (Conselho Municipal de Trânsito), Salvador Franceli, atribui o desempenho positivo de Mogi Guaçu quanto à redução de óbitos nas vias urbanas às ações empreendidas nos últimos anos.

De 2013 em diante, a SOV estendeu a sinalização de trânsito a todos os bairros de Mogi Guaçu, com atenção especial à periferia, assim como ampliou a fiscalização para segurança de pedestres e condutores. Como resultado, o número de mortes em acidentes nos 600 quilômetros de 2.200 vias urbanas de 250 bairros diminuiu em cerca de 40% de 2017 para 2018 e ficou 15% abaixo da meta do último relatório.

 

FROTA

De acordo com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) de agosto, Mogi Guaçu tem uma frota de 112.655 veículos, para uma população de 150.713 habitantes.

Automóveis correspondem a 54%, e motos, a 28%. A Taxa de Motorização (habitante por veículo) é de 1,33, e o Índice de Motorização (veículos por 100 habitantes) é de 74,74.

Post anterior

Samae assina contrato com Senac para realização de curso

Próximo post

Estado contempla três projetos guaçuanos