Home»Cidade»Missionária revitaliza canteiro na Av. das Torres

Missionária revitaliza canteiro na Av. das Torres

Maria Luiza finalizou uma parte do trabalho e já pensa em adotar todo o canteiro

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Na contramão daqueles que despejam entulho, galharia e até mesmo lixo em canteiros e áreas verdes, está Maria Luiza Farias, 47. Esta semana, ela conclui o trabalho de revitalização do canteiro da Avenida José Rodrigues Neto, popularmente chamada de Avenida das Torres. Sem ajuda de órgãos públicos, apenas com doações, ela mudou a paisagem do local. E adianta que planeja fazer o mesmo em toda a extensão do canteiro central da via.

Missionária da Igreja de Cristo Pentecostal Internacional, localizada praticamente em frente à rotatória, Maria Luiza conta que ficava incomodada com aquele cenário. Com isto, há um mês decidiu empunhar a enxada e, literalmente, colocar as mãos na terra. A primeira etapa foi retirar entulho e o mato e, em seguida, iniciar o plantio. A missionária ganhou algumas mudas de plantas e tintas, mas confessa que gostaria mesmo é de plantar muitas flores.

maria luiza missionaria rotatoria plantio arvoresNo centro da rotatória um antigo carrinho de mão recebeu pintura e foi transformado em floreira, o mesmo acontecendo com os pneus que ganhou de uma borracharia. “O pessoal passa, elogia e até mesmo para e doa muda”, conta salientando ter plantado também alguns girassóis. Após um mês, a tarefa na rotatória está quase finalizada, mas Maria Luiza volta os olhos para o imenso canteiro da Avenida das Torres. A missionária deseja mudar também o cenário daquele trecho.

Morando em Mogi Guaçu há quatro anos vinda de Americana (SP), ela conta que nasceu em Maringá (PR), onde herdou o gosto de mexer com a terra. Questionada sobre o que a motivou a realizar o trabalho, ela foi incisiva: “Missão não é só orar, é cuidar do bem-estar da cidade”, pontua. Maria Luiza cuida pela manhã da revitalização do canteiro e à tarde faz o trabalho de evangelismo. Ela acredita que, depois de ver a área bem cuidada, as pessoas não irão sujar ou estragar. “Espero não ter que colocar placa. Quero que cada um se conscientize”, justifica.

missionaria rotatoria plantio arvores

maria luiza missionaria rotatoria plantio arvores

missionaria rotatoria plantio arvores

missionaria rotatoria plantio arvores

missionaria rotatoria plantio arvores

Post anterior

Justiça do Trabalho quer diminuir prazos com audiências de conciliação

Próximo post

CULTURA, 18 de maio de 2018