Home»Destaque na Home»Merenda: Vereadores cobram rapidez na solução do problema

Merenda: Vereadores cobram rapidez na solução do problema

Vereadores visitaram duas escolas na terça-feira e confirmaram a falta de carne

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

A falta de carne e de outros produtos nas escolas foi tema de discursos na Câmara Municipal na sessão de segunda-feira (18). Os vereadores usaram a tribuna para comentar sobre o assunto e mostram-se preocupados com a situação. Eles receberam ligações de pais pedindo que providências fossem tomadas.

O primeiro a falar sobre o assunto foi o vereador Jéferson Luís da Silva (PROS). “Mães preocupadas me ligaram e querem informações sobre o que está acontecendo com a merenda. Sugiro que nós vereadores vamos cobrar explicações da Secretaria de Educação e vamos in loco verificar a situação”, comentou. Por isso, na manhã de terça-feira (19), os vereadores Jéferson, Fábio Aparecido Luduvirge Fileti (PSDB) e o presidente da Câmara, Rodrigo Falsetti (PTB), procuram informações na Secretaria de Educação e visitaram duas Emefs. As visitas foram feitas na Emefs “Profª Iná Aparecida de Oliveira Marconi”, no Nova Canaã II, e na Emef “Profª Márcia Helena Martini Falsete Risola”, no Jardim Chaparrral.

Segundo o vereador Jéferson, ficou constatada a falta de carne nas escolas municipais. “Entramos nas escolas, conversamos com a direção e vimos que não tem carne mesmo para os alunos. Hoje (terça) foi servido arroz, feijão e virado de abobrinha”.

merenda escolar escola chaparralJéferson informou que a visita foi feita em apenas duas unidades de ensino porque a própria Secretaria de Educação já havia confirmado falta do alimento na rede de ensino. “Eles confirmaram a falta de alimentos por problemas na licitação. É uma situação extremamente preocupante”, destacou o vereador do PROS.

Sobre a falta de material de limpeza, Jéferson disse que recebeu informações na Secretaria de Educação de que os produtos estão sendo entregues, mas em menor quantidade. “Segundo eles, o fornecimento está normal, mas a Educação está segurando para economizar. Mas não pode faltar”, pontuou o vereador.

Os vereadores Fabinho e Rodrigo Falsetti também disseram que foram procurados por pais que denunciaram a falta de produtos nas escolas, inclusive a carne na merenda. “Não é só carne. Está faltando de tudo na Secretaria de Educação. É papel higiênico e produtos de limpeza também. Como pode começar o ano dessa forma, perguntou Fabinho.

 

Reunião

O presidente da Câmara participou de uma reunião com a secretária de Educação, Célia Mamede, três pais de alunos e os vereadores Tony Silva, Fabinho e Guilherme. Segundo ele, a secretária se comprometeu a entregar frango e peixe em todas as escolas. “A carne de vaca e porco ainda vai demorar por causa da licitação, mas ela disse que irá reforçar o peixe e o frango no cardápio e vamos cobrar que esse compromisso seja cumprido. Não adianta comprar para 15 dias e depois faltar novamente”.

Post anterior

Libras ganha destaque com primeira-dama

Próximo post

Artigo: Negligência e pura ganância