Home»Em Destaque»Melktert

Melktert

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Com Camila Maria
Um dos pratos mais tradicionais da África do Sul, baseado na confeitaria holandesa. Melktert surgiu no dialeto Afrikaans, falado pelos colonos holandeses que habitavam a região, e significa Torta de Leite. No século XVII, por volta do ano de 1652, a Companhia das Índias Orientais estabeleceu-se na Colônia do Cabo, na região do extremo sul da África – no do Cabo da Boa Esperança -, exatamente ao meio do caminho entre as Índias Orientais e Ocidentais Holandesas, sendo os únicos colonizadores da região até o ano de 1797, quando o Reino Unido dominou a colônia e fizeram com que os holandeses ocupassem uma pequena região – conhecida como Natal, passando a ser conhecidos como bôeres. Hoje em dia a culinária da África do Sul é reconhecida pela sua singularidade e sabor excepcional. A Melktert é uma torta aerada e bem leve. Algumas versões levam uma base crocante, outras só o recheio, que tem a consistência de pudim. Buscaram trazer as tortas tradicionais holandesas, mas adaptaram as formas de preparo com a cultura africana. 

INGREDIENTES:

Massa:
100 g de manteiga sem sal, em temperatura ambiente
1/2 xícara (chá) de açúcar
1 ovo
2 colheres (chá) de essência de baunilha
200 g de farinha de trigo
Uma pitada de sal
Recheio:
1 fava de baunilha
2 1/2 xícaras (chá) de leite integral
1 pau de canela
4 claras
4 gemas
1/2 xícara (chá) de açúcar
2 1/2 xícara (chá) farinha de trigo
2 1/2 colheres (sopa) de amido de milho
2 colheres (sopa) de manteiga em cubos
Uma pitada de sal
1/2 colher (chá) de canela em pó
2 colheres (chá) de açúcar

MODO DE PREPARO:
Massa: bata a manteiga e o açúcar em uma tigela grande até obter um creme homogêneo e bem macio. Aos poucos, acrescente os ovos, seguido pela baunilha e, depois, a farinha de trigo peneirada. Adicione o sal e mexa bem.
Em uma forma untada, pressione-a até preencher todo o fundo da forma. Perfure a base e leve ao freezer por 15 minutos ou deixe na geladeira por 30 minutos até esfriar.
Pré-aqueça o forno a 180ºC. Asse por 25-30 minutos e deixe esfriar sobre uma superfície fria.
Para o recheio, corte a fava de baunilha ao meio e raspe as sementes. Coloque o leite, a fava, as sementes de baunilha e a canela em uma panela, em fogo brando. Deixe em infusão por 5-10 minutos e depois aumente e espere até o leite ferver. Caso não encontre a fava, pode usar 2 colheres (chá) de essência de baunilha.
Enquanto isso, bata as gemas, o açúcar, a farinha e o amido até obter uma mistura homogênea.
Retire a mistura de leite do fogo, coe sobre a mistura de gemas, descartando a fava de baunilha e a canela e mexa. Enxague a panela antes de voltar a misturar para ela. Mexa o creme em fogo médio até engrossar. Acrescente a manteiga e mexa até derreter. Transfira a mistura para outro recipiente e deixe amornar.
Bata as claras e o sal até o ponto de neve. Junte as claras no creme de ovo morno e despeje a mistura na base da torta pronta. Misture a canela em pó e o açúcar e polvilhe por cima. Deixe esfriar em temperatura ambiente antes de levar à geladeira por algumas horas. Sirva!

Post anterior

Bodas e Ouro

Próximo post

Paloma