Home»Política»MBL pede prisão de Lula em manifestação na 3ª feira

MBL pede prisão de Lula em manifestação na 3ª feira

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Assim como em todo o Brasil, Mogi Guaçu também será palco da manifestação popular em defesa da prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O petista já está condenado em 2ª instância na Operação Lava Jato. A manifestação está sendo organizada pelo MBL (Movimento Brasil Livre) e, em Mogi Guaçu, será realizada no Campo da Brahma, no Parque Cidade Nova, às 18 horas, na próxima terça-feira, dia 3 de abril. “Iremos começar um pouco mais tarde justamente para que as pessoas que estão saindo do trabalho possam comparecer e participar, já que o protesto será feito numa terça-feira”, comentou um dos integrantes do MBL de Mogi Guaçu, Thyago Frassetto.

De acordo com ele, não é possível prever o número de participantes, mas já é grande o apoio que a manifestação vem recebendo nas redes sociais. “Queremos o maior número possível de pessoas participando desse movimento. É uma chamada para pedirmos a prisão do Lula, mas também é contra o STF (Supremo Tribunal Federal) que se transformou na Corte da impunidade, na Corte da vergonha”, observou Thyago.

Além de Mogi Guaçu, a manifestação também irá acontecer em diversas cidades do país no dia 3 de abril, um dia antes do julgamento do mérito do habeas corpus do ex-presidente Lula, no Supremo Tribunal Federal, marcado para o dia 4 de abril.

Por meio das redes sociais, o MBL critica a decisão do plenário da Corte, que concedeu uma liminar para evitar possível prisão do ex-presidente até a análise do Habeas Corpus, uma vez que a sessão foi adiada. Nesta segunda-feira (26), o TRF-4 rejeitou os embargos de declaração apresentados pela defesa de Lula, no caso do tríplex do Guarujá. Com isso, o ex-presidente poderá ter a prisão autorizada. Porém, como decidiu o STF, Lula tem uma liminar que proíbe sua prisão até a análise do Habeas Corpus. “A Operação Lava Jato avança, mas é barrada quando chega ao STF. Temos várias pautas que serão discutidas durante a manifestação. Uma delas é a mudança na indicação dos ministros do Supremo Tribunal Federal”, disse Thyago.

Vale ressaltar que no dia 4 de abril a manifestação do MBL será feita somente em Brasília, onde será concentrada em frente ao prédio do Supremo Tribunal Federal.

Post anterior

Sanduíche Cubano

Próximo post

1º de Abril: Você também vai mentir? É verdade?