Home»Cidade»Maus-tratos: CCZ resgata pônei na Vila São Carlos

Maus-tratos: CCZ resgata pônei na Vila São Carlos

A fêmea de pônei está sendo tratada pela equipe com vermífugos e antibióticos e alimentada com ração

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Está sob os cuidados do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) uma fêmea de pônei resgatada em uma área verde na Vila São Carlos. A denúncia de maus-tratos e abandono foi feita à equipe que recolheu o animal na última quarta-feira (5).

A coordenadora do CCZ, Silvana Munhoz Bueno, disse que trata-se de um animal idoso, que deve ter cerca de 20 anos. “Ela estava amarrada”, conta observando que a fêmea está com secreção nos olhos e narinas, vermes e infestada de carrapatos.

A fêmea de pônei está sendo tratada pela equipe com vermífugos e antibióticos e devidamente alimentada com ração. “As pessoas pegam um animal destes e acham que é apenas pasto. Não cuidam da forma correta”, comenta Silvana.

A bióloga acredita que a eguinha de pônei esteja prenha e comenta que, quando bem cuidado, este tipo de animal pode durar até 30 anos. “É a primeira vez que resgatamos um pônei”, comenta.

A informação do resgate do animal chegou ao conhecimento de um criador de pôneis. Ele manteve contato com o CCZ e informou que doou o exemplar para uma família da região em que o animal foi resgatado porque havia uma criança doente, ou seja, que queria o pônei.

resgate ponei silvana zoonosesSegundo Silvana, este criador ficou de ir ao CCZ. Todavia, ela diz que só entregará a pônei, caso ele comprove que tem onde abrigar o animal que precisa ficar solto. “E também tem de pagar a multa de apreensão e o valor das diárias porque temos os custos com os medicamentos e a ração”, detalha.

Caso o animal siga para a propriedade deste criador, a equipe do CCZ fará o acompanhamento para conferir os cuidados que estão sendo dispensados ao pônei.

Post anterior

Ex-prefeito nega ser responsável por deficit milionário

Próximo post

Gasto com presente deve oscilar entre R$ 200 e R$ 250