Home»Política»Maior parte do eleitorado não tem ensino fundamental completo

Maior parte do eleitorado não tem ensino fundamental completo

0
Shares
Pinterest WhatsApp

Aos poucos, o grau de instrução dos eleitores de Mogi Guaçu vai evoluindo, mas ainda está longe de alcançar a conclusão do ensino superior. Ter o 3° grau completo ainda é uma mate a ser conquistada pelo eleitorado local que, de acordo com as estatísticas do TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral) de São Paulo, abandona o ensino superior antes de concluí-lo.

Em 2008, dos 99.128 eleitores guaçuanos aptos a votar, apenas 2.752 tinham o ensino superior completo. Em 2014, dos 108.978 eleitores, 3.719 haviam concluído o 3° grau. Embora a evolução no grau de instrução tenha sido pequena, há outro dado que precisa ser levado em consideração e que vai a contramão do eleitor que busca se capacitar por meio dos estudos: a desistência. De 2008 a 2014 também cresceu o número de eleitores que abandonaram o 3° grau sem concluí-lo. Em 2008, 1.992 eleitores relataram que tinham o ensino superior incompleto. Em 2014, este número subiu para 2.703 eleitores.

No que se refere ao grau de instrução do eleitorado de Mogi Guaçu, a maior parcela se concentra entre aqueles que sequer concluíram o ensino fundamental, ou seja, não chegaram ao 9° ano (antiga 8ª série). Em 2008, essa parcela do eleitorado correspondia a 39%, sendo que dos mais de 99 mil eleitores aptos a votar, 39.613 não havia terminado o ensino fundamental. Em 2014, esse índice caiu pouco registrando uma queda de apenas 2%. Ou seja, dos pouco mais de 108 mil eleitores, 37.466 não tinham concluído o 9° ano do ensino fundamental.

Os eleitores locais que apenas leem e escrevem, sem terem frequentado a escola regularmente, somam pouco mais de 7 mil num universo de 108 mil eleitores, registrados pelo TRE-SP , em 2014, uma média 7,1% do eleitorado guaçuano atual.

 

Sexo

Com já vem sendo registrado nos últimos seis anos, as mulheres prosseguem sendo maioria entre o eleitorado de Mogi Guaçu. Em 2008, elas somavam 50.027 eleitoras contra 49.073 homens. Em 2014, elas continuam à frente com 55.488 mulheres aptas a votar contra 53.468 homens. A maior parte do eleitorado guaçuano entre homens e mulheres é solteira.

Previous post

Premiatta silencia sobre geração de empregos

Next post

Anotações de adolescência viram livro