Home»Destaque na Home»LM Monitoramento é punido e Queijeiro é semifinalista do Quarentão

LM Monitoramento é punido e Queijeiro é semifinalista do Quarentão

1
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Há uma semana paralisado por conta de denúncia de irregularidade de atleta contra o time LM Monitoramento, o 14º Campeonato Municipal de Futebol Quarentão terá sua rodada semifinal realizada neste domingo (10).

O LM Monitoramento foi denunciado por ter escalado o atleta Djalma Gomes Macedo em condição irregular de jogo ao longo da competição. Após apurar a denúncia, a Comissão Municipal de Justiça Desportiva de Mogi Guaçu, em reunião e julgamento na última quarta-feira (6), optou pela cassação da inscrição, com suspensão da agremiação do LM Monitoramento.

Desta forma, para efeito de classificação, todos os jogos do LM realizados na 2ª fase do Quarentão serão nulos. Assim, o Departamento Técnico divulgou nova classificação e conferiu ao time do Queijeiro garantia de vaga à semifinal da competição.

Além de provocar a eliminação do LM Monitoramento do Quarentão, o atleta Djalma Macedo foi punido com dois anos de suspensão em determinação do inciso XI do artigo 53 do RMJD. Já o dirigente do LM, Laikon Marinho Machado Poleto, foi absolvido pela JD através do entendimento da comissão de que o dirigente foi enganado pelo atleta.

SEMIFINAL CONFIRMADA

Depois de apurados os fatos e determinada a punição ao time do LM Monitoramento pela JD, a rodada semifinal do Quarentão foi confirmada para este domingo (10).

No Centro Esportivo “José Américo Caveanha”, o Cerep, às 8h, o Bandeirante recebe o agora dono da vaga à semifinal, o Queijeiro. Já no Estádio “Carlos Nelson Bueno”, o Furno, também às 8h, o Cerepinho tem compromisso agendado diante do Taguaçu.

Nesta fase semifinal, os jogos serão no sistema mata – apenas uma partida para determinar o finalista. Em caso de empate no tempo regulamentar, haverá cobranças de penalidades máximas. A grande final do Quarentão está programada para ocorrer no próximo dia 17 de dezembro no Furno.

Post anterior

Final de ano: onda fitness influencia até as ceias

Próximo post

Engenheiro questiona necessidade do corredor de ônibus