Home»Cidade»Licitação: Unimed segue atendendo servidores

Licitação: Unimed segue atendendo servidores

Licitação foi realizada nesta semana

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Os funcionários públicos municipais, incluindo a Câmara Municipal, as autarquias e, inclusive pensionistas, aposentados pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) e seus dependentes seguirão com plano de saúde da Unimed Regional da Baixa Mogiana. A empresa foi a única a participar do processo licitatório concluído na última quinta-feira (10).

De acordo com informações da assessoria de imprensa da Prefeitura, os usuários do Plano A continuarão a pagar valores reduzidos porque a mensalidade é subsidiada. Segundo tabela por faixa de salários, eles pagam de 10% a 80% do valor. Os usuários do Plano B, que não é subsidiado, pagam o valor integral.

Os valores atuais são de R$ 167,97 para o Plano A e R$ 226,01 e pelo novo contrato serão reajustados em 25%, passando, portanto, para R$ 209,96 e R$ 282,51. No caso do Plano A, os servidores pagarão de R$ 21,00 a R$ 167,96. O contrato atual venceria em 31 de março, mas foi prorrogado por aditamento de prazo por mais 60 dias, até 31 de maio, de modo a manter o atendimento aos usuários até a realização da licitação.

O novo contrato é de 12 meses, podendo ser prorrogado por igual período até o limite de 60 meses, conforme a legislação em vigor, e deve ser assinado até o final deste mês depois de cumpridos os trâmites legais. Outros dois grupos apenas solicitaram informações, mas não entraram na concorrência.

Pela Prefeitura, atualmente, o plano de saúde do funcionalismo municipal atende 8.188 pessoas. Com as autarquias (Samae, Hospital Municipal, Feg e Proguaçu) e a Câmara Municipal, esse número sobe para 10.233. Atualmente, o gasto mensal do município com todos os assistidos pela assistência médica privada é de R$ 1,9 milhão, sendo R$ 1,45 milhão apenas com o quadro de servidores da Prefeitura. (CHSM com informações da assessoria de imprensa da Prefeitura)

 

Post anterior

Prestes a dar a luz, pedagoga sonha com mais filhos

Próximo post

Tem vagas: Parceria promove ensino do Kendô