Home»Destaque na Home»Juiz nega pedido de afastamento de Cláudia Botelho

Juiz nega pedido de afastamento de Cláudia Botelho

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

O juiz Fernando Coalho Mendes negou nesta segunda-feira (15) o pedido de afastamento da prefeita de Estiva Gerbi, Cláudia Botelho. O pedido havia sido feito pelo promotor de Justiça Alexandre de Palma Neto. A prefeita e o advogado Arthur Augusto Campos Freire são réus em uma ação civil pública movida pelo Ministério Público do Estado de São Paulo. Em outubro do ano passado, a Justiça determinou o afastamento do então diretor geral de suas funções na Prefeitura, sem qualquer remuneração. Mas, segundo o promotor, a determinação não foi cumprida pela prefeita e pelo advogado, que continua frequentando a Prefeitura, participando de reuniões e de decisões do município.

Por conta disso, o promotor pediu “uma medida liminar cautelar incidental de afastamento da ré Cláudia do exercício de suas funções até o julgamento da demanda ou até o final da instrução judicial”. Porém, o juiz indeferiu o pedido de tutela de urgência alegando que não há “evidente comprovação de ameaça concreta à instrução processual”.

Em nota divulgada pela assessoria de imprensa da Prefeitura, a prefeita Cláudia Botelho parabenizou a decisão do juiz em negar o pedido de afastamento feito pelo Ministério Público e “afirma que foi uma decisão acertada, tendo em vista que a atual gestão recebeu uma Prefeitura com vários problemas deixados pela ex-gestão que responde inúmeros processos como o caso da máfia dos cheques na saúde, além da rejeição das contas do ex-prefeito em 2012 que culminou na abertura de um processo pelo Ministério Público para investigar a dívida deixada pelo ex-prefeito que terá de ressarcir os cofres públicos em mais de R$ 4 milhões de reais e que com muito esforço está conseguindo “arrumar” a casa na sua primeira nova gestão”.

No despacho, o juiz solicita que os requeridos sejam notificados para que ofereçam manifestação por escrito no prazo de 15 dias.

Post anterior

“Paixão de Cristo” mostrará a Via Sacra

Próximo post

Área de Preservação Permanente é embargada na Vila Champion