Home»Caderno Multi»Jardins exigem cuidados especiais na estiagem

Jardins exigem cuidados especiais na estiagem

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Nem todo mundo que tem um jardim em casa, no condomínio ou no bairro se atenta ao fato de que, assim como nós, as flores e as plantas também precisam receber um cuidado especial durante o inverno, que é a estação mais seca do ano, já que chove pouco e a umidade do ar fica baixa, gerando até estados de alerta para a nossa saúde e para a natureza.

Então, para você não errar mais na hora de cuidar de suas flores e plantas, confira as dicas dadas pela paisagista Camila Leonelo, que há 15 anos trabalha com jardins e ensina os cuidados de cada etapa.   

 

Rega

“Regue as plantas somente pela manhã, o ideal é fazer isso entre as 6 e as 7 horas. Isso porque, a noite, o solo fica muito úmido, favorecendo o aparecimento de pragas”. Camila explicou que a rega não precisa ser feita todos os dias, sendo suficiente três vezes na semana.  

Camila
Camila

Adubos

No frio, o metabolismo das plantas fica mais lento. Portanto, é necessário controlar a quantidade de adubo usada. “As plantas diminuem seu metabolismo para guardarem energia e o adubo estimula e fortalece a brotação de suas flores e plantas, trazendo um desgaste maior para elas. No inverno não se deve adubar com a mesma frequência dos dias mais quentes”, orienta a paisagista.

De acordo com ela, o ideal mesmo é adubar um ou dois meses antes do inverno começar para que a planta esteja prepara para enfrentar o tempo de seca e baixa umidade. “Mas se você ainda não adubou o seu jardim, eu recomendo que agora espere o mês de agosto chegar para fazer isso, porque o frio vai estar menos intenso”, sugeriu.

 

Aerar solo

Fazer furinhos na terra de canteiros e de vasos favorece a entrada de ar e água, aumentando assim, a oxigenação das plantas e flores.

 

Limpeza

“É muito importante fazer uma revisão nos vasos e canteiros do seu jardim. Limpe a borda da parte externa de recipientes, verifique se o solo não está muito encharcado e tire as folhas e os galhos secos, essa medida aumentará a luminosidade que a planta vai receber e evitará pragas”, explica Camila.

 multi jardinagem

 MESMO NO INVERNO
As plantas e flores também têm efeitos terapêuticos

As plantas que ficam dentro de casa precisam receber luz para se manterem saudáveis. “Deixe sua planta perto de uma janela, assim ela vai receber luminosidade e circulação de ar”, comentou Camila Leonelo.

A paisagista listou algumas das espécies que gostam do clima frio e quais são aquelas que não se adaptam muito bem ao inverno, assim você vai conseguir atender da melhor maneira possível às necessidades das plantas e flores que estão no seu jardim.

multi jardinagemBenefícios para a saúde

Quem é que nunca sentiu aquela sensação gostosa de ar puro e fresco, quando chegou a um lugar onde a natureza estava presente, seja num jardim, numa área rural ou em uma casa com vasos?

A gente sempre acaba sentindo uma diferença. Isso acontece porque as plantas e flores são benéficas para a nossa saúde, principalmente em períodos de seca, como este em que estamos vivendo agora. A paisagista Camila também explicou quais são os benefícios que nós recebemos das plantas.

 

São umidificadores naturais: Durante a transição, as gotículas de água hidratam o ar do ambiente. As samambaias cumprem muito bem essa função.

 

Diminuem as alergias: As folhas dos clorofitos pela casa, que são plantas ornamentais, absorvem partículas alergênicas como, por exemplo, a poeira, e essa espécie pode eliminar boa parte das toxinas do ambiente.

 

Fornecem energia: As flores ou plantas de cor vermelha são bastante estimulantes, tanto que aumentam o apetite e elevam a energia do ambiente. Diminuem o estresse e até melhoram o mau humor, tanto que acalma os olhos quando eles estão cansados ou irritados. Após ficarmos horas no computador, por exemplo, elas aliviam a tensão ocular.

Rosa
Rosa

PAIXÃO PELAS PLANTAS

“Meu jardim é um sonho realizado”, diz Rosa

 A dona de casa Rosa do Carmo Pimentel Cândido sempre gostou muito de plantas. No entanto, ela morava em uma casa pequena, em Jandira, na região da grande São Paulo. Por causa disso, ela não tinha um espaço apropriado para ter seu jardim.

“Mas, mesmo assim, eu dava um jeito. Costumava plantar em pneus e cuidava de samambaias na minha sala”.

Mas bastou mudar-se com a família para o interior de São Paulo para que o sonho se tornasse realidade. E mais do que isso! Atualmente, o jardim da casa de Rosa é a menina dos olhos de toda a família e, claro, principalmente dela.

“Quando eu e minha família decidimos mudar para Mogi Guaçu, nós priorizamos procurar um terreno, onde seria feita uma casa no fundo para que a parte da frente fosse destinada a um jardim. Era nosso grande sonho.”, conta Rosa.

Experiente, a dona de casa sabe muito bem cuidar de seu jardim. “Agora, no período do inverno, eu rego o meu jardim de manhãzinha ou no fim do dia e procuro sempre usar a água de maneira consciente. Esse jardim é meu xodó”, admite a dona de casa. 

Flores_inverno

 

 

Post anterior

Emendas parlamentares garantem equipamentos

Próximo post

Tome Nota da edição de sábado, dia 28