Home»Caderno C»Inscrições abertas para oficina de audiovisual em curtas-metragens

Inscrições abertas para oficina de audiovisual em curtas-metragens

0
Shares
Pinterest WhatsApp

A Secretaria de Cultura e Turismo de Mogi Mirim está com inscrições abertas para o curso “Aprendendo Estrutura Narrativa de Audiovisual Através de Curtas-metragens”. A aula está programada para o dia 11 de junho, sendo que as inscrições podem ser feitas até um dia antes desta data. Os interessados podem se inscrever pelos telefones (19) 3805-3125 / 3804-2594 ou pelas redes sociais do Centro Cultural “Lauro Monteiro de Carvalho e Silva”.

No dia da aula é necessário apresentar cópia simples de um documento oficial com foto e, quem tiver idade entre 16 e 17 anos deverá comparecer acompanhado pelo responsável legal. A aula também será realiza no Centro Cultural e abordará sobre estrutura narrativa das obras audiovisuais, abrangendo os principais elementos de uma história e as técnicas utilizadas para organizá-los, além de conhecer os princípios que guiam a criação de filmes.

A parceria firmada entre a Prefeitura e o MIS (Museu da Imagem e do Som), a fim de viabilizar a realização da oficina em Mogi Mirim, também permitirá os alunos compreenderem que o amplo sistema audiovisual ainda recorre as técnicas muito antigas que vêm das tradições orais, da literatura, do teatro através dos séculos e se adequando conforme os costumes da época.

O curso será ministrado por Bruno Carneiro, formado em Cinema e Vídeo pela Universidade de São Paulo. Desde o ano 2000 exerce principalmente as funções de diretor, roteirista e assistente de direção em formatos variados de audiovisual. Participou das equipes de assistência de direção em cinco longas-metragens ficcionais, entre eles “Bicho de Sete Cabeças”, de Laís Bodanzky. Lecionou na Escola Livre de Cinema e Vídeo de Santo André (SP) e na Escola São Paulo.  (CHSM com informações da Secretaria de Relações Institucionais)

 

Previous post

Fazenda confirma pagamento de empresário após seis meses

Next post

CULTURA, 25 de maio de 2019