Home»Caderno Multi»Comportamento»Grupo de moradores do Parque Cidade volta a pedir saída da feira livre

Grupo de moradores do Parque Cidade volta a pedir saída da feira livre

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Menos de dois meses após o acordo entre os feirantes de Mogi Guaçu, Governo Municipal e parte dos moradores do Parque Cidade Nova, a feira livre que funciona neste bairro nas manhãs de domingo volta a ser tema de queixas. Um grupo de moradores do Parque Cidade Nova está novamente pedindo ao prefeito Walter Caveanha (PTB) que mude a feira livre de local.

Na manhã desta quinta-feira (8), um grupo de moradores do Parque Cidade Nova esteve no gabinete do prefeito reunido com ele para tratarem deste assunto. “Fomos recebidos pelo prefeito, mas saímos de lá desanimados, porque sentimos que há falta de vontade política para mudar a feira livre de endereço. Não temos nada contra os feirantes. Eles estão trabalhando, ganhando seu sustento. Nosso problema é com a feira livre, que não pode mais continuar funcionando onde ela está atualmente”, queixou-se um dos moradores.

Durante a reunião com o prefeito, o grupo de moradores questionou a possibilidade de a feira livre mudar de local o quanto antes. No entanto, o grupo alega que o prefeito não foi convincente em sua resposta. “Ele nos disse que pretende colocar a feira livre no Campo da Brahma, que também fica no Parque Cidade Nova. Mas sabemos que lá também vai causar problemas por causa dos barzinhos que tem próximo a este campo. O prefeito também nos mostrou um croqui no qual está desenhado o espaço que irá ser feito para abrigar a feira livre do Parque Cidade Nova. Será no Jardim Novo II, próximo a linha férrea. Mas a Prefeitura não tem dinheiro suficiente que garanta o início e o término desta obra”, alegaram os moradores do bairro.

No Parque Cidade Nova, a feira livre é feita aos domingos, de manhã
No Parque Cidade Nova, a feira livre é feita aos domingos, de manhã (Fotos: Oleuton de Souza – Portal O Guaçuano)

Diante do impasse, o grupo de moradores está cogitando acionar novamente o Ministério Público pedindo providências para que o prefeito transfira a feira livre do Parque Cidade Nova para outro lugar. “Vamos apelar novamente para o Ministério Público, porque da outra vez que fizemos isto, a Justiça nos ajudou com base na legislação. Vamos buscar nossos direitos novamente”, contou o grupo.

Para traçar os rumos que será tomado a partir de agora, o grupo de moradores do Parque Cidade Nova irá se reunir nesta sexta-feira (9), num a das residências do bairro para tratar sobre o assunto. “Vamos nos organizar para recolhermos provas que confirmem a necessidade de a feira livre ser transferida para outro local, em prol de todos. Não queremos prejudicar os feirantes. Queremos apenas ter a nossa liberdade de ir e vir”, afirmaram os integrantes do grupo.

 

Post anterior

Prédios públicos viram alvos constantes de ladrões

Próximo post

Estiva Gerbi lança o projeto “Pequeninos Contra a Dengue”