Home»Destaque na Home»Grupo confirma pré-candidatura de professor pelo Podemos

Grupo confirma pré-candidatura de professor pelo Podemos

Edson Domingues assinou ficha de filiação nesta semana ao lado de Flávio do Podemos

0
Shares
Pinterest WhatsApp

Enquanto a Câmara discute os nomes que estão aptos a disputar o cargo de prefeito, o Podemos sai na frente. A direção do partido voltou a confirmar que o candidato do grupo para a disputa majoritária está definido. Trata-se do professor Edson Domingues. Nesta semana, ele assinou a ficha de filiação do Podemos e confirmou sua pré-candidatura a prefeito de Mogi Guaçu. “O Tribunal Regional Eleitoral só efetiva as filiações duas vezes no ano, sendo abril e outubro e, por isso, só agora que fizemos a filiação, apesar que ela está assinada desde julho. No Podemos encontrei o apoio do grupo e da deputada Renata Abreu e estamos forte nesse caminho”, comentou.

Domingues estava filiado ao PSD e era suplente de vereador. Nas eleições de 2012, obteve 1.128 votos e diz que mudou os planos ao começar a receber apoio entre os eleitores. “Sempre realizei um trabalho voluntário social, ajudando a população e indo atrás de respostas para os vários problemas enfrentados. Estava disposto a concorrer novamente a vereador, mas acabei mudando, pois a própria população começou a sugerir que disputasse a Prefeitura. Há um desejo forte na sociedade de mudança”, ressaltou ao reforçar que o Podemos está preparado para apresentar essa mudança para a população guaçuana. “São sempre os mesmos candidatos, os mesmos secretários e isso há 40 anos. Temos que acabar com esse apadrinhamento na política. O Podemos é um partido de centro e reflete mais o perfil do eleitorado guaçuano”.

O presidente do diretório municipal do Podemos, Flávio Graber, recebeu a ficha de filiação do professor Edson Domingues e ressaltou que o grupo já trabalha pensando nas eleições do próximo ano. “Teremos o candidato próprio a Prefeitura, que é o professor Edson, e teremos também uma chapa de vereadores e já estamos trabalhando para conquistar novos filiados para poder formar um grupo forte”, comentou.

Graber fez questão de ressaltar que Edson Domingues é pré-candidato de oposição e que um evento será agendado para outubro para marcar a filiação do professor e dos pré-candidatos a uma vaga na Câmara. “Já estamos lançando no sistema, para que no mês de outubro seja feita a submissão pelo TRE de São Paulo”, comentou.

Segundo o presidente do Podemos, a deputada federal Renata Abreu (Podemos), o senador Álvaro Dias (Podemos) e o vereador de São Paulo pela sigla Mário Covas Neto irão abonar as novas filiações. “A ficha de filiação do professor Edson Domingues e do grupo que vai concorrer a vereador será abonada pela deputada, pelo senador e pelo vereador do Podemos num evento que será realizado na cidade”, contou.

Flávio Graber disse que o pré-candidato a vice-prefeito ainda está sendo definido e não esconde que o grupo está unido. “O vice está em estudo e estamos montando um grupo forte”.

Desde o ano passado, o Podemos tem feito reuniões com os filiados, a fim de tratar dos rumos da sigla para 2020, quando acontecerão as eleições municipais para prefeito, vice e vereadores. Além da disputa do Executivo, a meta do partido é formar um grupo forte para conseguir eleger vereadores, já que nas próximas eleições não será permitido aos partidos que sejam feitas coligações, conforme determina, atualmente, a legislação eleitoral.

Previous post

Após sindicância, profissionais são reintegradas à creche

Next post

Itamaracá: Pulverização de veneno é alvo de queixas