Home»Destaque na Home»Furtos em série são debatidos em reunião

Furtos em série são debatidos em reunião

Empresários pediram apoio do comandante da GCM e dos vereadores e esperam ser ouvidos pelo prefeito

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Cansados de serem vítimas de furtos de ferramentas, padrões de energia, fios e até mesmo transformadores de energia, um grupo de empresários do Distrito Industrial João Batista Caruso se reuniu na manhã desta sexta-feira (8) com vereadores e representantes da Segurança Pública da cidade. Os proprietários das empresas falaram mais uma vez que há cerca de um ano o distrito virou alvo de ladrões. “Um colega nosso teve que ficar sete dias sem trabalhar porque levaram toda a fiação dele. É um absurdo, estamos abandonados, só acumulando prejuízo”.

O grupo também cobrou patrulhamento no local. “A gente não vê viatura nem da Polícia Militar nem da Guarda Civil Municipal passar por aqui. Quando a gente chama eles vêm, mas aí o ladrão já correu. Não adianta de nada”, lamentou um dos empresários.

Presente na reunião, o comandante da GCM, Claudemir Adorno da Costa, reafirmou que a GCM realiza patrulhamentos no local, principalmente no horário da noite. “A gente passa no distrito duas vezes, minhas viaturas são rastreadas e mostram isso. Eu reconheço que não é o suficiente, até porque neste período eu tenho apenas quatro viaturas para uma cidade de 250 bairros”.

adorno reuniao empresarios vereadores gcm e policia civil distrito industrial caruzoO comandante se comprometeu a melhorar o policiamento. “Vamos passar a patrulhar aqui quatro vezes. Eu reconheço os inúmeros problemas, mas também não posso me comprometer em deixar uma viatura no local, até porque eu não tenho efetivo para isso”.

O presidente da Câmara, o vereador Rodrigo Falsetti (PTB), participou da reunião e na tentativa de ajudar os empresários enviou um ofício ao gabinete do prefeito solicitando uma reunião urgente com o chefe do Executivo. “Desde janeiro de 2017 eu faço várias reivindicações para o distrito João Batista Caruso. Os donos de empresas não estão aguentando mais os furtos e o último caminho que eu encontrei foi o de pedir uma reunião com o prefeito para ele dar uma solução”, comentou.

Rodrigo Falsetti disse não achar justo que os empresários tenham que, além de pagar seus impostos, ter que desembolsar dinheiro com segurança particular. “De momento eu não acho que esse seja o caminho, pode ser que seja a última alternativa deles, mas enquanto vereador eu vou cobrar o Executivo”.

Os empresários ainda solicitaram que um levantamento de quanto o distrito industrial arrecada em impostos seja feito para ser apresentando ao prefeito. “Que os nossos impostos sejam, então, diminuídos para a gente poder gastar com segurança. Não temos retorno nenhum do que é pago, dos empregos que geramos”, disse uma empresária.

A reunião foi encerrada com a expectativa de que ainda na semana que vem o prefeito atenda ao pedido feito no ofício de Rodrigo Falsetti. Com isso, os empresários pediram que representantes da Polícia Militar e da Elektro sejam convidados para o possível encontro. O vereador Luís Zanco Neto (PSD) também participou. 

reuniao empresarios vereadores gcm e policia civil distrito industrial caruzo

Post anterior

Empoderamento feminino: luta por direitos e respeito

Próximo post

Políticas Públicas: CF busca lançar novo olhar sobre tema