Home»Cidade»Furacão: família se abriga em camping no Mississippi

Furacão: família se abriga em camping no Mississippi

3
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Um camping em Hattiesburg, no Mississippi, nos Condados de Forest e Lamar, foi o destino escolhido pela família Wakizaka para se abrigar do furacão Irma. Isto porque, na madrugada de hoje (11) o olho do furacão chegou à Nokomis, região do Condado de Sarasota, na Flórida, onde residem. Mas a família não aguardou a ordem de evacuação, optou por sair antes, ou seja, na semana passada.

A youtuber Rúbia Mara Andrade Felisberto Wakizaka residiu em Mogi Guaçu, tem família aqui e já estampou as páginas da Gazeta em matéria sobre mulheres que assumiram os cabelos brancos. Mais uma vez, ela prontamente atendeu a reportagem e nos contou um pouco sobre este momento vivenciado pela família. A entrevista foi realizada por meio de uma rede social.

Rubia
Rubia

Rubia Mara conta que teve notícias ontem (10) de que o olho do furacão chegou onde moravam e, por isso, houve a ordem de evacuação. “Nossa saída foi voluntária. Só depois de chegarmos aqui, no camping, é que soubemos da obrigatoriedade de evacuação e ficamos assustados. O olho do furacão passou nesta madrugada”, detalha. Ou seja, a família ainda não tem notícias dos estragos causados.

A youtuber conta que ela e o marido, Fábio, optaram por aguardar mais alguns dias para voltar pra casa porque há muitas árvores caídas nas rodovias e, além disso, a chuva na região ainda é muito forte. “Só amanhã (12) à tarde, depois de olharmos as notícias, é que conseguiremos voltar pra casa”, prevê. O casal tem dois filhos. Rúbia Mara acrescenta que a saída da cidade de Nokomis aconteceu depois que os meninos foram dispensados da escola e o marido do trabalho.

Ano passado, a família Wakizaka enfrentou o furacão Matthew. E foi depois desta experiência que Rubia Mara e Fábio concretizaram o desejo de ter um motorhome. Afinal, o veículo permite sair de uma forma mais rápida, pois segue em uma “casa” sobre rodas, o que ainda permite um conforto à família. “Sempre tivemos vontade de ter um motorhome. Depois desta ocasião foi que pensamos em comprar para quando esse tipo de situação ocorresse”, detalha.

 

 furacao família rubia

“Acredito nos propósitos de Deus, que Ele protege. É que a gente não entende os porquês. Dá muito medo porque a gente é humano”, analisa Rúbia Mara. Ela diz que fica apreensiva porque por mais que haja previsões sobre o local pelo qual o furacão vai passar, elas sempre mudam.

Post anterior

SOV constrói galeria em frente de nova creche

Próximo post

Carro roubado no Guaçu foi encomendado em Campinas