Home»Cidade»Funcionários da Arteris/Intervias entram em greve

Funcionários da Arteris/Intervias entram em greve

0
Shares
Pinterest WhatsApp

Da Redação

Os empregados da concessionária Intervias, pertencente ao grupo Arteris, entraram em greve nesta quinta-feira (18) por tempo indeterminado. Empregados das áreas operacionais da concessionária paralisaram suas atividades e reclamam das condições de trabalho e das dificuldades na negociação coletiva. Também reivindicam melhoria do convênio médico.

De acordo com o Sindecrep-SP (Sindicato dos Empregados nas Empresas Concessionárias no Ramo de Rodovias e Estradas em Geral do Estado de São Paulo), entidade que representa os empregados da categoria, a Arteris/Intervias foi alertada e chamada para negociar soluções para estes problemas, porém não ofereceu propostas.

Diante desta situação, segundo o Sindecrep-SP, não restou outra alternativa aos funcionários da Intervias a não ser decretar greve até que a concessionária retome as negociações e o diálogo, apresentando propostas e soluções aos vários problemas enfrentados por seus empregados.

A Intervias, pertencente ao grupo Arteris, é responsável pela operação de 380,3 quilômetros de rodovias, abrangendo 19 municípios da região Centro-Norte do Estado de São Paulo, entre eles Mogi Mirim, Limeira, Piracicaba, Araras e Rio Claro, com um movimento médio de 91 mil veículos diários.

ACORDO

Através da assessoria de imprensa, a Arteris-Intervias informa que está em processo de negociação do Acordo Coletivo de 2019 e permanece aberta ao diálogo com seus colaboradores. E justifica que, nos últimos meses, a companhia tem mantido contato constante com o sindicato dos empregados de concessões de rodovias para finalizar as negociações o mais rápido possível.

Nesse sentido, no final da tarde desta quinta-feira (18), haverá uma audiência no TRT a respeito do tema. “A companhia possui um histórico pautado no respeito à sua equipe e não tem nenhum interesse em adiar esta definição”.

Foi informado ainda que a empresa está adotando todas as medidas para assegurar a segurança de todos os usuários das rodovias e colaboradores, além de minimizar qualquer impacto na operação, garantindo o direito de ir e vir de quem trafega pelo trecho

 

Previous post

Entrega de apartamentos depende de ligação de energia

Next post

Dois adolescentes são apreendidos por tráfico