Home»Destaque na Home»Feira: Comissão de moradores anuncia união com feirantes

Feira: Comissão de moradores anuncia união com feirantes

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Pelo segundo mês consecutivo, a comissão de moradores do Parque Cidade Nova esteve presente na reunião do Conseg (Conselho Comunitário de Segurança), que acontece todas as últimas quintas-feiras de cada mês, na Câmara Municipal.

Desta vez, a comissão, que estava representada por 13 membros, falou sobre os resultados que já foram alcançados desde o mês passado, quando foi solicitado o cumprimento da Lei Municipal Nº 1.976 de 28 de setembro de 1983 que fala sobre a regulamentação de feiras livre. Na ocasião, a solicitação foi repassada às autoridades e desde o último domingo (23), a rotina dos feirantes já não é mais a mesma.

Além disso, o Ministério Público também deu um parecer favorável às solicitações dos moradores do Parque Cidade Nova. Tanto que a categoria só pode começar a montar suas barracas a partir das 4 horas da manhã e os veículos só podem ser estacionados fora da calçada e numa distância de 100 metros da feira livre, conforme está estabelecido no CTB (Código de Trânsito Brasileiro). O primeiro dia de cumprimento da lei, no último domingo, dia 23, resultou em 48 veículos multados, sendo que 11 pertenciam aos feirantes e outros 37 eram de fregueses da feira livre.

feirantes protesto prefeituraCom isso, os moradores disseram que já tiveram mais espaço em suas calçadas e aproveitaram a reunião para parabenizar a ação da Guarda Civil Municipal e a decisão do Ministério Público. “Depois de 23 anos nós estamos conseguindo ver o Ministério Público do nosso lado. Pela primeira vez vimos um efeito positivo”, enfatizou um membro da comissão.

No entanto, as mudanças que agradaram os moradores, não foram aceitas com o mesmo entusiasmo pelos feirantes, principalmente por causa das autuações que foram aplicadas aos veículos.

Por isso, no dia seguinte às novas regras, na segunda-feira (24), alguns deles foram até a frente da Prefeitura para protestar contra as multas aplicadas. Na ocasião, o prefeito Walter Caveanha (PTB) recebeu uma comissão de feirantes em seu gabinete e ouviu as reivindicações feitas pelo grupo. Na reunião, o prefeito se comprometeu a providenciar banheiros químicos para serem instalados ao longo da feira livre, no Parque Cidade Nova, o que gerou uma nova preocupação para a comissão de moradores que se manifestou contra a possível colocação dos banheiros ao longo da feira. “Melhorou uma coisa e já surge outro problema, por que onde vão colocar esses banheiros, nas calçadas? Os moradores não querem e nós avaliamos que isso também é ruim para os feirantes, já que é constrangedor e não é higiênico”, indagou um morador.

A comissão anunciou que antes da reunião do Conseg, no período da tarde, eles se reuniram com a comissão de feirantes. “Ainda hoje nós tivemos uma reunião com os feirantes e pela primeira vez nós decidimos que vamos nos unir para cobrar do Pode Executivo uma solução para ambas as partes, porque nós sabemos que os feirantes são trabalhadores e precisam de um local mais adequado, tanto que agora eles também querem sair de lá”, informou a comissão de moradores.

Os moradores disseram que vão aguardar para ver se o prefeito consegue fazer uma mudança que favorece os dois lados. “Agora, os feirantes se dispuseram a se unir com a gente para buscarmos o melhor para todos. A gente vai se reunir novamente para ver o que vamos apresentar ao prefeito”, finalizou a comissão.

FEIRANTES

Meta é buscar melhorias para a maior feira da cidade

O advogado Tiago Francisco de Souza, que representa os feirantes, e a integrante da Comissão dos Feirantes, Priscila Mara Cola, confirmaram a união com os moradores e o desejo de cobrar da Prefeitura uma solução para ambas as partes. Sobre a declaração dada pela comissão de moradores de que os feirantes também querem sair do local, o advogado explicou que esse querer tem condições. “A mudança será aceita desde que seja para um local definitivo, de fácil acesso, e adequado, e nós precisamos de um projeto a curto prazo, porque até agora só nos apresentaram possibilidades que podem vir a acontecer daqui a muito tempo”, pontuou Tiago. 

Tiago
Tiago

O advogado ainda falou que a união com a comissão de moradores tem como objetivo conseguir resolver esse problema até o início do ano que vem. “Caso não seja possível chegar a um consenso, os meios judiciais vão ser acionados, tanto pelos feirantes quanto pelos moradores”, finalizou o advogado.

Sobre os banheiros químicos, Priscila disse que se eles forem disponibilizados devem ser instalados para os feirantes que ficam no final da feira, próximo a Rua Lothário Teixeira.

 

Presença da GCM

Na reunião com o prefeito, os feirantes solicitaram que as autuações nos veículos sejam aplicadas pelos fiscais de trânsito (os marronzinhos). O advogado Tiago também confirmou essa solicitação. Ele explicou que a presença da Guarda Civil Municipal causa certo desconforto aos clientes da feira e, por isso, o pedido foi feito. “O movimento caiu porque a GCM no local dá impressão de que algum crime está acontecendo. Foi solicitado ao prefeito que as multas sejam feitas pelos agentes de trânsito, sem causar desconforto. É claro que os guardas vão estar presentes ao redor da feira para oferecer segurança. A resposta que tivemos do prefeito é a de que ele vai tentar viabilizar isso para nós”, reforçou o advogado.

 

Rebate

O comandante da Guarda Civil, Claudemir Adorno da Costa, rebateu as colocações feitas pelos feirantes quanto a presença da Guarda Civil na feira. “É um absurdo, muito pelo contrário, a presença da Guarda traz sensação de segurança ao público”, enfatizou Adorno que ainda informou que não acredita que o prefeito vai acatar essa medida, porque os agentes de trânsito não trabalham de domingo.

Outra informação passada pelo comando da GCM é a de que a partir deste domingo (30), a Rua Lothário Teixeira vai estar liberada para o estacionamento de veículos, mas que a fiscalização continuará sendo feita para atender ao pedido do Ministério Público, para que a lei seja cumprida.

feirantes reuniao prefeito walter cavean

Post anterior

Paulista goleia e assume liderança isolada do Quarentão

Próximo post

Crime eleitoral: Ex-vereador cumprirá pena no semiaberto