Home»Destaque na Home»Fechamento de postos ao meio-dia gera crítica

Fechamento de postos ao meio-dia gera crítica

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

O vereador Fábio Luduvirge Fileti, o Fabinho (PSD), não deu trégua para a secretária municipal de Saúde, Clara Alice Franco de Almeida. Durante a sessão de segunda-feira (25), ele cobrou respostas sobre as razões que levaram a Secretaria de Saúde a fechar as UBS’s (Unidades Básicas de Saúde) ao meio-dia no último dia 16, sábado, quando ocorreu o Dia D da Multivacinação em todo o país. “Os postos de saúde somente funcionaram no período da manhã, sendo que o Ministério da Saúde divulgou que a vacinação seria feita durante todo o dia 16”, frisou Fabinho.

Ele disse que várias mães o procuraram para reclamar que tinham levado seus filhos até o posto de saúde no período da tarde, mas depararam-se com as portas fechadas. “Muitas dessas mães trabalham aos sábados de manhã e só podiam levar os filhos na parte da tarde e não foram atendidas porque o posto de saúde estava fechado”, reclamou o vereador.

No último dia 16 foi realizado o Dia D da Multivacinação, quando todas as unidades de saúde fizeram atendimento exclusivo para a aplicação de vacinas. Inclusive, a carteira de vacinação foi checada para que fossem aplicadas as doses faltantes. A iniciativa cumpriu o calendário estabelecido pelo Ministério da Saúde. O público-alvo foram crianças e adolescentes menores de 15 anos de idade (14 anos 11 meses e 29 dias).

Para Fabinho, houve desrespeito com os pais, já que os postos de saúde deveriam ter ficado abertos até às 17 horas, conforme ocorreu em todo o país. “Mais uma vez, a secretária de Saúde tomou uma decisão que desagradou. Os postos de saúde não podiam ter funcionado somente no período da manhã”, completou.

De acordo com a assessoria de imprensa da Prefeitura, a vacinação foi seletiva, ou seja, somente receberam a vacina as crianças e adolescentes que estavam com atrasos na imunização. Além disso, a campanha de Multivacinação é contínua, ou seja, ela segue acontecendo e não se restringiu apenas a um único dia. Outra razão para que os postos de saúde fossem fechados no período da tarde é que a Administração Municipal está controlando as horas extras dos servidores municipais para que os valores não extrapolem, já que a ordem é conter gastos e a estimativa de números de vacinas aplicadas feita pela Secretaria Municipal de Saúde foi atingida logo no período da manhã.

 

Post anterior

Ambulantes precisam se recadastrar até dia 6

Próximo post

Concurso IP: papel transformador da educação é destacado