Home»Cidade»Facultativo: Participação dos jovens nas urnas é pequena

Facultativo: Participação dos jovens nas urnas é pequena

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

No meio de tantos eleitores, foi difícil encontrar adolescentes nos locais de votação. Os menores de 18 anos fazem parte dos cidadãos que não são obrigados a votar. Eles exercem esse direito apenas de livre e espontânea vontade. A presença quase que nula dessa faixa etária nos postos eleitorais da cidade indicou que o interesse desse publico em exercer pela primeira vez o seu papel de cidadão foi baixo.

Depois de percorrer três escolas, a equipe da Gazeta conseguiu encontrar na Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) “Waldomiro Calmazini” dois amigos que estavam acompanhando o pai de um deles votar para depois irem até sua seções.

Luis Otávio Aurieme e Guilherme Capuzzo, ambos de 16 anos, disseram que escolheram votar porque acreditam na força de seus votos. “Na situação em que o país está nosso voto pode fazer a diferença. Eu escolho votar porque não quero que outras pessoas decidam por mim”, enfatizou Luis Otávio.

O amigo Guilherme completou dizendo que só assim não será possível colocar a culpa em terceiros. “Eu votando não vou poder culpar outras pessoas, porque eu também pude decidir por aquilo que acredito ser o melhor para o Brasil”.

 guilherme e luis eleicao jovem votando

Título de eleitor

Atualmente, o país tem 3,8 milhões menores de 18 anos aptos a votar de acordo com as exigências do nosso sistema eleitoral. No entanto, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), apenas dois milhões fazem parte das estatísticas do eleitorado.

Post anterior

Problemas foram relatados por eleitores no plantão policial

Próximo post

Justificativa: eleitor não enfrentou filas nos postos