Home»Polícia»ExpoGuaçu: Motoristas são alvo de fiscalização

ExpoGuaçu: Motoristas são alvo de fiscalização

O comanda da Polícia Militar prepara Operações Direção Segura durante a realização do evento

1
Compartilhamentos
Pinterest Google+

O rodeio e os shows têm atraído turistas e boa parte da população guaçuana na arena da ExpoGuaçu. A festa teve início ontem (6) e vai até o dia 14, em uma área da antiga Cerâmica Chiarelli. Além da diversão, o comandante da Polícia Militar ressalta que é preciso também focar em uma boa consciência para que a festa não acabe na delegacia.

O comandante da Polícia Militar da região, Denilson Natal Colombo, explica que policiais militares da cidade com apoio da Força Tática e ROCAM (Ronda Ostensiva Com Apoio de Motocicletas) estarão atentos aos condutores de veículo. Durante os dias da festa haverá várias edições da Operação Direção Segura tanto na área urbana, ao redor do recinto, quanto na rodovia com apoio da Polícia Militar Rodoviária.

“Não pode ingerir bebida alcoólica e não é só pelo fato da legislação proibir, mas acima da lei e da multa é a conscientização de que dirigir alcoolizado pode matar ou ferir alguém. A Operação visa evitar que acidentes aconteçam e vidas inocentes sejam ceifadas”, pontua Colombo.

Como dica, o comandante lembra de rodízios entre grupos de amigos ou familiares feitos nas grandes cidades em que o condutor que gosta de beber nas festas está acompanhado de outro motorista que não fará uso de bebida alcoólica transferindo para esse a responsabilidade na condução segura do veículo. “Ou faça uso de outro tipo de transporte”.

 

‘Bafômetro’

O tenente coronel pede que os condutores não fujam da abordagem, assim que forem direcionados a estacionarem para a fiscalização. Essa conduta de obediência evita um mal maior, comentou Colombo. Uma vez que viaturas terão de ir atrás do condutor fujão que levantou a suspeita de que há algo errado.

Embora a legislação não obrigue o condutor a fazer o teste do etilômetro (bafômetro), Colombo lembra que no momento da recusa já é emitida uma autuação de infração administrativa. “E dependendo das condições físicas da pessoa abordada haverá outros desdobramentos”, alerta o comandante da PM.

Nos demais aspectos da segurança referente aos dias da festa, Colombo lembra que as viaturas da região central intensificarão as rondas com o objetivo de inibir furtos e roubos, sem que haja prejuízo no patrulhamento nos bairros.

Dentro do recinto a segurança é de responsabilidade dos organizadores e haverá o apoio da Guarda Civil Municipal para evitar brigas e furtos de bolsa e celulares. Voluntários da Justiça também irão atuar como Comissários de Menor para a proteção dos Direitos das Crianças e Adolescentes que se encontrarem pelo local.

Post anterior

Município terá R$ 1,5 milhão para pavimentação

Próximo post

Rodrigo dispara contra secretários municipais