Home»Destaque na Home»Evento em Praça vai defender direitos da mulher

Evento em Praça vai defender direitos da mulher

8
Compartilhamentos
Pinterest Google+

O Dia da Mulher, comemorado no último dia 8, não passará em branco. As eleitas ao Conselho Municipal dos Direitos da Mulher se reuniram na tarde de quarta-feira (28) para organizar o evento. Atividades culturais e de esclarecimento à população serão realizadas neste sábado (10), na Praça Rui Barbosa (Recanto), das 9h às 12h.

Com a participação do Coletivo Educacional de Mulheres ‘Maria Lacerda de Moura’, as conselheiras prometem não somente material de orientação de direitos, mas haverá apresentação de dança, intervenção teatral e um varal literário contando a vida de mulheres que fizeram história e deram sua contribuição para o país e a emancipação feminina.

Junto com as voluntárias do Coletivo, as conselheiras darão apoio o abaixo-assinado pedindo uma delegada titular para a DDM (Delegacia de Defesa da Mulher). O evento será a primeira ação do órgão, mas as conselheiras querem defender os direitos da mulher em vários setores da sociedade e discutir leis de proteção e políticas públicas para tirar muitas da vulnerabilidade social.

A porta voz do Conselho, Samantha Lody, disse que a criação do Conselho começou no ano passado quando em entrevista à Gazeta, as voluntarias do Coletivo levantaram a necessidade da existência do órgão na cidade.

conselho mulher samantha

Um dos assuntos que surgiu na reunião dessa quarta-feira é um programa de orientação à natalidade. Elas recebem relatos de mulheres que estão na quinta ou sétima gestão e não conseguem cirurgia de laqueadura por meio do SUS. Algumas são mulheres com problemas de saúde mental ou cuja situação financeira familiar não possibilita criar os filhos com dignidade.

Também participaram da reunião a presidente do Conselho Lamira Oliveira da Silva, indicada pela Secretaria de Governo, a vice-presidente Roseli Pereira do Sindiçu (Sindicato dos Servidores Municipais), as conselheiras Judite de Oliveira, secretária de Segurança e a assistente Célia Zauk, Odete Barata Cavalcante, da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Selma Aparecida Cassemiro Porta, do CRAS (Centro de Referência em Assistência Social) e Fernanda Elisa Colla Jacques, da Secretaria de Saúde.

conselho mulher

 

Post anterior

Curtas: apreensão de drogas, direção perigosa e reintegração

Próximo post

Bianca e Wesley