Home»Cidade»Estacionamento de caminhões é questionado

Estacionamento de caminhões é questionado

O tráfego pesado na Avenida Nico Lanzi traz preocupação para quem utiliza a via que precisa de melhorias

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Que a Avenida Nico Lanzi precisa de melhorias é inquestionável, mas esta não é a única queixa de quem trafega pela via. A Gazeta recebeu questionamento de um leitor sobre o estacionamento de caminhões no acostamento.

 “Esta semana, deparei com dois caminhões baú, três carretas e uma carreta cegonha carregada todos estacionados nos poucos locais que ainda tem encostamento. Acredito que deveria ser proibido aos caminhões utilizarem o acostamento da avenida como estacionamento”, escreveu Wilson Barbosa Guimarães em e-mail enviado à Gazeta.  

O reclamante relata ainda que faz uso da Nico Lanzi com frequência, apesar de acreditar ser arriscado em virtude dos buracos e também dos caminhões que utilizam a via como estacionamento. E, claro, cobra informações sobre a realização de recape ou tapa-buraco.

O secretário de Obras e Viação, Salvador Franceli, disse que providenciará as placas indicando a proibição de estacionamento no acostamento. Quanto ao recape, ele adianta que está concluindo o orçamento e, desta vez, incluiu também a Avenida Alíbio Caveanha (prolongamento da Clara Lanzi), na região do Jardim São José.  

Com isto, fará uma única licitação para as duas obras. “Já tenho R$ 4 milhões para licitar. Tudo obtido com a venda de terrenos”, observa pontuando que pretende iniciar os serviços ainda este ano. Vale lembrar que a construção da Alíbio Caveanha foi iniciada, mas o contrato suspenso porque a empreiteira não prosseguiu com o serviço.

Na Nico Lanzi, o projeto prevê ampliar a largura da avenida de 6,40 metros para 9 metros, drenagem e a construção de guias e sarjetas nos dois lados.

 

RECAPE

Franceli pretende dar início ainda esta semana ao recape da Avenida Padre Jaime, no trecho da rotatória do HM (Hospital Municipal) “Dr. Tabajara Ramos” até a rotatória da Avenida Brasil. Em seguida, a melhoria será estendida à Rua Rio Grande do Sul e à Avenida John Kennedy, ambas no Jardim Centenário, e à Rua Sebastião Bueno, no Jardim Itamaraty.

O recapeamento será executado com recursos provenientes de emendas parlamentares. A SOV está acertando a documentação referente a mesma melhoria na Rua José de Paula e nas ruas do Jardim Damasco.

Post anterior

Acimg aguarda aprovação de projetos para iniciar trabalho

Próximo post

Começa recape da Padre Jaime