Home»Cidade»Escolas, posto de saúde e creche dependem de recurso federal

Escolas, posto de saúde e creche dependem de recurso federal

As 1.400 casas em construção no Jardim Ypê Amarelo serão sorteadas dia 26 deste mês

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Há alguns dias, a Administração Municipal anunciou que o Ypê Amarelo seria entregue com Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental), Emei (Escola Municipal de Educação Infantil), creche, posto de saúde e Cras (Centro de Referência em Assistência Social). Todavia, a viabilização destes equipamentos está diretamente atrelada à liberação de recursos do Governo Federal.

Na coletiva de imprensa em que anunciou a data de sorteio das casas, o prefeito Walter Caveanha (PTB) não escondeu a preocupação com o atraso de alguns repasses que já afetam a gestão, entre os quais, o destinado à construção do posto de saúde do Jardim Canaã.

Para tratar desta e de outras questões, ele foi quinta-feira (3) a Brasília (DF) para pedir apoio. “A felicidade é que a construção das casas foi iniciada por empresa de Mogi Guaçu, com vontade de trabalhar e que usou do terreno que era deles no empreendimento”, pontua.

Novo bairro está em formação
Novo bairro está em formação

Caveanha disse que não trata-se de uma exigência de que o bairro seja entregue com tais equipamentos, porém gostaria de construir, no mínimo, até a inauguração, duas escolas. “É fundamental que tenha escola no bairro, mas nada impede que entreguemos as casas, os estudantes sejam transferidos para escolas próximas e o município ofereça o transporte”, disse.

Na região existe o posto de saúde do Ypê Pinheiro e o do Alto dos Ypês. Este último está pronto, mas não foi inaugurado, pois ainda faltam equipamentos e equipe. A preocupação do prefeito justifica-se pelo fato de que o bairro abrigará 1.400 famílias, ou seja, no mínimo, mais 3 mil pessoas na região.

Outra questão preocupante é que a Prefeitura tenha caixa para mobília e equipamentos. Isto porque, o Governo Federal envia recursos apenas para a construção. “Não é um problema desde que haja equilíbrio orçamentário”, pontua o prefeito. No caso das escolas, os recursos do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação) podem ser destinados à compra de equipamentos.

REFIS

Conquistar este equilíbrio não tem sido tarefa fácil. Segundo Caveanha, esta semana, a receita teve uma queda de R$ 500 mil, o que já está levando a Administração Municipal a estudar uma maneira de reverter esta situação. “Só há duas formas, vender patrimônio ou fazer um novo Refis (Programa de Recuperação Fiscal)”, revela sobre a possibilidade de receber os passivos devidos à Prefeitura, que totalizam R$ 25 milhões.

Casas Ypê AmareloCasas Ypê Amarelo

SORTEIO

As 1.400 casas em construção no Jardim Ypê Amarelo, viabilizadas pelo Minha Casa, Minha Vida com apoio do Casa Paulista, serão sorteadas dia 26 deste mês. No dia anterior, ou seja, 25, os nomes das 5.168 famílias aptas para o sorteio serão colocados nas urnas que ficarão lacradas sob a escolta da GCM (Guarda Civil Municipal). Ambos os procedimentos serão realizados no Estádio Municipal “Alexandre Augusto Camacho”, a partir das 8 horas.

Post anterior

Artigo edição de sábado- dia 5: A Venda do Tarico

Próximo post

Penitenciária já ultrapassa capacidade