Home»Esporte»Equipes aguardam resultado do julgamento

Equipes aguardam resultado do julgamento

0
Shares
Pinterest WhatsApp

Na última rodada da 1ª fase do Campeonato de Futebol da 3ª Divisão, as dúvidas ainda estão no ar e devem prosseguir até pelo menos a próxima quinta-feira (8). Isso porque, alguns times estão com pendências que precisam ser julgadas pela junta da Comissão Municipal de Esportes da SET (Secretaria de Esportes e Turismo).

Equipes que registraram WO durante as rodadas ou questionaram a semelhança entre os uniformes das equipes rivais são alguns exemplos das pendências. O Palestra Santa Fé não compareceu ao jogo contra o Primos, no campo do Cerep, e as equipes Santa Terezinha e Internacional não jogaram devido a semelhança dos uniformes.

Por causa disso, ainda não é possível definir quais times irão disputar a 2ª fase da competição no próximo domingo, dia 11. A única certeza que a próxima fase já será no esquema mata-mata entre os times.

Na rodada do último domingo (4), a maioria das equipes venceu por três gols de diferença. O Jardim Hedy fez três gols em cima do América, no campo do Pelezão, que marcou apenas um gol. O mesmo placar de Paulistinha (3) contra o Independente (1), no Beira Rio; e o BH (3) contra o Fenerbahçe (1), no campo do Furno.

Ainda no placar de 3 a 1, o Vênus marcou 3 contra o Nova Alvorada que não ultrapassou a marca de um único gol na partida, no Campano. Já no campo da lagoa, o Ypê Amarelo fez 3×1 contra o Atlético.

A zebra da partida deste domingo ficou por conta do jogo disputado no campo do Pelezão entre o Audax e o Baloeiros. As equipes não marcaram e a partida terminou em 0 a 0.

Os empates também marcaram a rodada. Vitória e Itacolomilan fizeram 3 a 3, no campo do Jardim São Pedro; e no Cerep, o mesmo placar foi registrado entre o jogo do Jardim Brasília e a Associação dos Servidores.

Com menos gols marcados, o Vila Real fez dois contra o São José, que ficou no zero. No estádio do Furno, o Bandeirantes e o Bangu não passaram de 1 a 1.

 

Previous post

Construção de sanitários de motoristas está quase pronta

Next post

Professores voltam a questionar superlotação