Home»Destaque na Home»Em vídeo, Barros Munhoz confirma saída do PSDB

Em vídeo, Barros Munhoz confirma saída do PSDB

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

O deputado estadual Barros Munhoz (PSDB) confirmou por meio de um vídeo em sua página oficial no Facebook que deixou de fato o PSDB. No vídeo, Barros disse que aprendeu muito com o PSDB e sai do partido entristecido, mas vai cumprir seu compromisso político assumido com o então vice-governador Márcio França (PSB), que é pré-candidato ao Governo do Estado de São Paulo. “Não vou apoiar a pré-candidatura de João Dória ao Governo do Estado”, frisou Barros Munhoz.

Ele deverá se filiar ao PSB – de Márcio França – até esta sexta-feira (6), quando termina o prazo para desfiliações partidárias e novas filiações para os políticos que pretendem ser candidatos a deputados, senadores, governadores, presidente da República e vices.

Com a saída de Barros Munhoz do PSDB, o presidente da Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo), Cauê Macris (PSDB) tratou logo de ocupar a lacuna que Barros Munhoz deixará em Mogi Guaçu e região da Baixa Mogiana. Embora o trabalho de Barros Munhoz irá prosseguir nessa região por meio de outro partido, o PSDB perde espaço. “O PSDB perde muito com a saída de Barros Munhoz. Ele trocou o time que está ganhando por outro que está perdendo, mas temos um imenso respeito pela pessoa que Barros Munhoz representa para o PSDB e tudo o que ele fez por Mogi Guaçu e região. Conversamos sobre este assunto e temos de respeitar a decisão dele”, comentou o presidente da Alesp, Cauê Macris, durante sua visita a Mogi Guaçu nesta segunda-feira (2).

Cauê Macris disse que irá aguardar decisão de Otília Papa
Cauê Macris disse que irá aguardar decisão de Otília

Cauê adiantou que os Diretórios Municipais do PSDB que não forem apoiar a pré-candidatura a Governador do Estado de São Paulo, do prefeito João Doria (PSDB), irão sofrer intervenção da sigla. “O PSDB já decidiu sobre isso. O PSDB irá apoiar a pré-candidatura de João Dória ao Governo do Estado e quer todos os diretórios municipais nessa mesma sintonia”.

No caso de Mogi Guaçu, a presidente do PSDB local, Maria Otília Papa, disse que ainda precisa conversar melhor tanto com Barros Munhoz quanto com a direção estadual do PSDB antes de tomar sua decisão. “Não sei. Devo sair do PSDB, mas ainda preciso de um tempo para definir algumas situações”, ponderou.

Se a saída de Otília Pappa se concretizar, a Presidência do PSDB de Mogi Guaçu já tem um nome para ocupar o lugar: o do vereador Fábio Luduvirge Fileti, o Fabinho, líder da bancada do PSDB na Câmara Municipal. “O Fabinho provavelmente será nosso próximo presidente. Tudo vai depender da decisão que a Otília vai tomar. Mas até já avisei ao prefeito Walter Caveanha que ele terá de trabalhar em parceria com o Fabinho, já que o PSDB faz parte do Governo Municipal”, adiantou Cauê Macris.

 

 

Post anterior

Curtas: grávida agredida, briga em bar e adolescente traficando pela primeira vez

Próximo post

Produtos furtados são carregados em carriola