Home»Destaque na Home»Eleições 2018: PT de Mogi Guaçu começa as articulações

Eleições 2018: PT de Mogi Guaçu começa as articulações

1
Compartilhamentos
Pinterest Google+

O PT de Mogi Guaçu já está se mobilizando visando às eleições gerais do ano que vem, quando os eleitores vão eleger deputados estaduais e federais, além do Governador do Estado, Senadores e Presidente da República.

Neste fim de semana, um grupo de 40 pessoas, entre filiados e não filiados ao PT se reuniu numa chácara, a fim de conversar sobre os rumos da política brasileira e o futuro de Mogi Guaçu. O deputado estadual Simão Pedro também esteve presente. De acordo com o presidente do PT guaçuano, Alceu Kemp, o Galo, o maior desafio da sigla será passar pelas eleições de 2018. Após este ‘degrau’, o PT saberá como trilhar os passos para as eleições municipais, em 2020. “Nossa prova de fogo será a eleição do ano que vem. Mas o PT está forte e se preparando cada vez mais para passar pelas eleições gerais como sempre passou, inclusive até com muitas perspectivas de termos nosso próprio candidato a deputado federal ou estadual por Mogi Guaçu. Estamos analisando tudo isso nas nossas reuniões”, observou Kemp.

pt (1)Devido às inúmeras denúncias sobre corrupção envolvendo o ex-presidente da República, Luís Inácio Lula da Silva (PT), e também a ex-presidenta Dilma Rousseff (PT) e demais aliados ao partido, as Executivas Municipais e Estaduais do PT tentam manter a sigla em equilíbrio político, principalmente buscando novos filiados e incentivando todos a serem candidatos nas próximas eleições. “Queremos, sim, formar um grupo forte, determinado e confiante no PT. Dessa forma, poderemos ‘entrar na briga’ de igual para igual com os demais em busca de um novo comando para Mogi Guaçu e para o Brasil também”, observou Kemp.

Vale ressaltar que o PT de Mogi Guaçu constantemente era alvo de rixas políticas entre a própria sigla que se dividia em dois grupos. Dentro do PT local, a rixa era visível e demandava reuniões e mais reuniões para ser sanada. No entanto, já há algum tempo, o PT local vem se mantendo mais focado e tentando a união entre os petistas, a fim de fortalecer a sigla e frisar a importância política e social que o partido tem na cidade e em todo o Brasil. “A hora é essa. Não adianta ficarmos brigando entre nós mesmos ou qualquer coisa desse tipo. O PT segue firme, entrará nas disputas, terá seus próprios candidatos e se manterá cada vez mais unido em prol da sociedade e do desenvolvimento do país”, concluiu Kemp.

Post anterior

Tiro de Guerra celebra 40 anos

Próximo post

Construção de quiosques termina no final do mês