Home»Destaque na Home»Dissídio dos servidores: vereadores se reúnem com prefeito

Dissídio dos servidores: vereadores se reúnem com prefeito

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Os vereadores de Mogi Guaçu se reuniram, na tarde desta terça-feira (24), com o prefeito Walter Caveanha (PTB) e com o secretário municipal da Fazenda, Roberto Simoni. O encontro foi para tratar do dissídio dos servidores públicos municipais. A categoria fechou questão em 5% de reajuste salarial, após assembleia geral realizada na noite desta segunda-feira (23), na porta da Câmara Municipal, durante a sessão. O objetivo era protestar e pressionar os vereadores para que ajudassem na intermediação junto ao Governo Municipal.

De acordo com o vereador Jéferson Luís (PROS), líder do prefeito na Câmara, a reunião serviu para que os vereadores entendessem todo o cenário financeiro e econômico do Município e suas dificuldades. No entanto, nenhuma decisão foi tomada porque é necessário aguadar a manifestação do Sindiçu (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mogi Guaçu e Região). “Conversamos com o prefeito. Ouvimos todas as explicações do secretário da Fazenda, mas não podemos insistir mais na defesa dos 5% de reajuste salarial para a categoria, porque o prefeito está aguardando a direção do Sindiçu se manifestar”, pontuou Jéferson.

Miro já protocolou novo encaminhamento para o dissído, na Prefeitura
Miro já protocolou novo encaminhamento para o dissído, na Prefeitura

Aliás, essa manifestação já aconteceu. O presidente do Sindiçu, Valdomiro Sutério, o Miro, protocolou nesta terça-feira (24) nova proposta de reajuste salarial junto à Prefeitura de Mogi Guaçu e deverá conversar com as equipes econômica e jurídica do Governo Municipal nesta quarta-feira (25). “Essa é minha expectativa. Conversar com eles na quarta-feira e acelerar essa negociação. Vamos defender os 5% de aumento salarial que foi o índice definido pela própria categoria durante a assembleia”, observou Miro.

A Gazeta apurou junto aos demais vereadores, que também participaram da reunião, que a situação financeira de Mogi Guaçu não permite que seja concedido nenhum índice de aumento salarial aos servidores. Todos os cálculos e medidas de contenção de gastos estão sendo feitos com o único objetivo: manter em dia o pagamento dos salários e também dos fornecedores. Mesmo assim, o Governo Municipal reforçou que as negociações ainda estão abertas e que irá seguir negociando com a categoria até que seja definido este impasse.

 

 

 

 

Post anterior

Portão é furtado de Centro Esportivo

Próximo post

Populares detêm rapaz após furto de moto