Home»Destaque na Home»Disque 190 da PM muda a partir de segunda-feira

Disque 190 da PM muda a partir de segunda-feira

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

A partir da próxima segunda-feira (16), as ligações locais do Disque 190 da Polícia Militar vão ser atendidas no COPOM (Centro de Operações da Polícia Militar), em Campinas. A medida de regionalização e padronização do atendimento é uma determinação do Governo do Estado que está sendo ampliada agora para o interior.

Na primeira semana ainda haverá policiais de plantão na sala do antigo atendimento do Disque 190, em Mogi Guaçu. Pode ser que algumas operadoras não transfiram os chamados automaticamente nesse período de transição, alertou o comandante interino da PM de Mogi Guaçu, o tenente Luís Gustavo Aparecido Tuckumantel.

Atualmente dois policiais são necessários (24 horas) para os atendimentos locais. Eles despacham as viaturas via rádio e geram a ocorrência pelo computador, assim como passam coordenadas para todas as viaturas nas ruas.  Com a mudança, todo esse procedimento será feito pelos policiais do COPOM. Policiais de Mogi Guaçu estarão por lá, nesse período de transição para dar suporte aos atendentes.

Mas não ocorrerá essa mudança só em Mogi Guaçu. Outras sete cidades da região também terão o atendimento em Campinas seja pelas ligações feitas por celular, fone fixo ou orelhão. Das 7.500 ligações por dia, o COPOM deverá receber 8.200. Mas o tenente frisa que já foi comprovado que 20% viram ocorrências de fato. As demais ligações são trotes ou são ligações em que é possível o policial dar outras orientações por telefone.

policia militar mudanca cad

Alerta

“A população vai precisar, sempre que ligar 190, de ter o endereço correto, o nome da rua é o principal”, ressalta Tuckumantel.

No dia a dia, como a maioria dos policiais residem em Mogi Guaçu ou conhecem a cidade, os chamados chegam com apenas o bairro, um ponto de referência. Mas agora será preciso, endereço completo. Ou, no máximo a rua mais perto da ocorrência. Isso porque o policial em Campinas não conhece a cidade e terá de ter todas as informações para retransmitir as viaturas aqui.

Há cerca de dois meses, a comunicação entre o atendente do 190 com as viaturas mudou no Estado. O sistema é digital e isso torna a comunicação mais segura, sem interferências, é criptografada e impede que criminosos ‘copiem’ o que é dito. Essa seria uma das vantagens que a informação chegará correta ao policial na rua.

Haverá um padrão de perguntas a serem feitas pelos policiais e para gerar o atendimento será necessário responder a elas. Quanto mais dados chegar aos policiais na rua, mais o serviço será otimizado, garante Tuckumantel.

Ao ligar, além de ter o endereço em mãos, poderá haver congestionamento das linhas e a ligação entra em fila de espera. “A previsão é de uma espera de 20 a 30 segundos. A orientação é ficar na linha, porque se desligar volta para o fim da fila”.

Outras vantagens

Com o fim do atendimento do Disque 190 nos municípios haverá mais policiais nas ruas. Serão 44 a mais nas oito cidades de abrangência do Batalhão.

As ligações serão gravadas. Atualmente quando há queixa do atendimento, é difícil apurar o que de fato ocorreu, lembra Tuckumantel. “Os benefícios serão superiores aos desencontros que houver nesse período de adaptação até a população se acostumar”.

Os rádios das viaturas também serão regionalizados e os policiais vão poder saber das ocorrências nas cidades vizinhas e com isso vão se antecipar nas ações de combate ao crime, como por exemplo, no caso de fuga por rodovias ou estradas internas.

A sala atual do CAD (Centro de Atendimento e Despachos) onde os policiais ficam no atendimento do Disque 190 será usada para o atendimento à população que chegam para o registro de ocorrências de acidentes de trânsito sem vítima e serviços administrativos.

Estrangeiros que estão acostumados a discar 911 em seus países poderão usar esse número. O sistema irá automaticamente transferir para o 190 da PM onde há policiais treinados como interprete de inglês.

Pessoas portadoras de deficiência auditiva em breve também terão a disposição um sistema no celular que transfere mensagens de texto para o 190 e, assim, poderão solicitar o auxilio de uma viatura.

 

290_Polícia Militar Mudança Copom

 

Post anterior

Mulher é executada a pauladas, com tiro e carbonizada

Próximo post

Mais de 20 veículos são encontrados pela GCM