Home»Destaque na Home»Discursos marcam 1ª sessão da Câmara Municipal, em 2018

Discursos marcam 1ª sessão da Câmara Municipal, em 2018

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Os vereadores retomaram as sessões da Câmara Municipal de Mogi Guaçu, na noite desta segunda-feira (5). Na pauta de votação, um único projeto de lei foi votado e aprovado pela Casa. Ele dispõe sobre o Programa de Regulamentação e Incentivo ao Desenvolvimento de Microcervejarias Artesanais e Caseiras no âmbito de Mogi Guaçu. O projeto é de autoria do vereador Thomaz  Caveanha (PTB). Já com a transmissão da sessão on-line, os vereadores protagonizaram seus discursos na tribuna da Casa abordando vários temas que permearam o cotidiano de Mogi Guaçu nos últimos dois meses. Entre eles, a demora na troca de solo da Avenida Nico Lanzi. Os problemas constatados no aterro sanitário também foram pontuados. Ambos os casos foram a principal queixa do vereador Guilherme de Sousa Campos, o Guilherme da Farmácia (PSD), que repercutiu na tribuna as reportagens da Gazeta. “Enrolaram o tempo todo para não fazer nada”, disse ele sobre a demora do início dos trabalhos na Avenida Nico Lanzi.

Sessão foi transmitida on-line
Sessão foi transmitida on-line

Durante a sessão, que demorou pouco mais de três horas, os vereadores ainda retomaram o imbróglio que a cidade vive com a presença constante de moradores de rua pelo município. Embora exijam uma solução para esse impasse, eles também concordam que é uma problemática difícil. “Os cidadãos de Mogi Guaçu não podem dar ‘esmola’ para esses moradores de rua, porque esse dinheiro acaba ajudando com que eles permaneçam nas ruas. É difícil negar quando eles pedem, porque temos medo de represálias, principalmente quando estamos com nossa família ou, então, com o que pode acontecer com nosso carro ao nos afastarmos do local”, disse o vereador Rodrigo Falsetti (PTB).

Além dos discursos na tribuna e de um único projeto de lei votado e aprovado pela Câmara Municipal, os vereadores também receberam a equipe de handebol masculino, da Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) “Maria Diva Franco de Oliveira”, do Jardim Rosa Cruz. Os alunos que compõem a equipe foram vice-campeões na “Medellin Handball Cup 2017, na Colômbia, em dezembro do ano passado. Ao lado dos coordenadores da equipe de Handebol da escola, da diretora da “Maria Diva”, Rita Polito, e de amigos e familiares, os alunos/atletas receberam as homenagens feitas pela Câmara Municipal e tiraram diversas fotos junto aos vereadores. “É o reconhecimento do nosso trabalho, dedicação e amor pelo Handebol”, resumiram os alunos.

sessao de camara handebol escola maria diva

Na próxima semana, devido aos dias de Carnaval a sessão da Câmara Municipal será realizada na quinta-feira (15), às 19 horas.

 

 

 

Post anterior

"Franco Montoro" terá nova cantina

Próximo post

Cadáver é encontrado à beira de estrada