Home»Caderno Multi»Dia dos Pais: Otimismo e cautela pontuam o comércio

Dia dos Pais: Otimismo e cautela pontuam o comércio

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Que a crise político-econômica existe ninguém contesta, mas a expectativa de restabelecimento também é ponto comum considerando que o comércio já respira melhores ares que aqueles que sopraram no triênio: 2014, 2015 e 2016. E este é o pensamento da presidente da Acimg (Associação Comercial e Industrial de Mogi Guaçu), Sônia Isabel Carinhato Zanuto, em relação às vendas para o Dia dos Pais. Afinal, é uma das datas comemorativas que tendem a movimentar o comércio.

Como nas datas anteriores, a Acimg trabalha ações junto aos associados que consistem no sorteio de vales-compra nos valores de R$ 1 mil, R$ 800, R$ 500 e R$ 300, totalizando R$ 5 mil. A quantia só pode ser gasta nas lojas participantes da campanha, o que acaba revertendo em vendas para o comércio local. Considerando as consultas feitas ao SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), os dados são de otimismo, porém atenta-se que as consultas se referem apenas às vendas com cheque ou no crediário.

ACIMG

Sônia espera crescimento de vendas de 5% em relação ao Dia dos Pais de 2016

“2016 foi terrível. Saímos de um ano de decadência”, opina a presidente da Acimg, Sônia Isabel Carinhato Zanuto sobre a crise político-econômica do ano passado. Ela diz que o ingresso de 2017 foi de esperança de um ano melhor, de aguardar por mudanças e crescimento moderado. Para a empresária, o primeiro quadrimestre foi bem duvidoso porque ainda pairou a incerteza, porém os números não foram tão negativos.

Sônia
Sônia

Sônia se baseia no crescimento de 3,1% do período, ou seja, o 1º quadrimestre, o que demonstra uma melhora que é atribuída à liberação do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), além das ações realizadas pela Acimg para estimular as compras no comércio local. “Agora, nós esperamos um reaquecimento da economia com a gradual redução de juros”, pontua frisando que o sorteio de cupons é muito bem vista pelos lojistas exatamente por estimular as vendas. Ao contrário do sorteio de brindes, por exemplo.

No último mês, a presidente da Acimg observou também melhora nas vendas, o que acredita ser resultado das férias escolares, período em que os pais saem mais com os filhos para um passeio e ainda à venda das roupas de inverno. A estimativa é de que o gasto médio com o presente dos pais seja de R$ 100.

Para o Dia dos Pais, ela estima um crescimento de 5% em relação às vendas referentes ao mesmo período do ano passado. A consulta ao SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), ano passado, por exemplo, teve um aumento de 33,61% comparando com 2015. Todavia, este dado considera apenas as compras no crediário e cheque.

SEGUNDO NATAL

Daniela aposta na escolha por roupas

Para as lojas especialistas no ramo de produtos masculinos, o Dia dos Pais representa o segundo Natal em volume de vendas. Mas, em geral, a chegada de uma data comemorativa é aguardada com expectativa pelo comércio porque é sinônimo de aumento nas vendas. Mesmo que este percentual seja discreto, em tempos de crise nada pode ser desprezado.

Há 18 anos no ramo, a proprietária da Di Filipi, Daniela Cristina Martins não só está otimista com as vendas para ao Dia dos Pais, como na melhora da economia. Ela está expandindo os negócios com a inauguração de nova loja no Boulevard Bandeirantes, nesta semana, que antecede a data. “O Dia dos Pais é o meu segundo Natal. E sempre procuro ser otimista”, comenta a comerciante.

Daniela
Daniela

E Daniela dá uma dica aos filhos na hora de comprar o presente: observa o perfil do pai. Com isto, fica mais fácil escolher a peça adequada, seja bermuda, calças ou camisas. Mas a vedete da data segue sendo as camisetas tipo polo. Com nova coleção primavera-verão à disposição da clientela, Daniela conta que a nova estação sempre chega com cores, sendo que desta vez predominam os tons de amarelo e laranja. “Como nem todos gostam de cores vibrantes, temos todos os outros tons para agradar os mais variados perfis”, relata.

Para manter-se no ramo por tantos anos, Daniela aposta na qualidade do produto e no atendimento. “De nada adianta preço, se o atendimento não for bom. Prova disso é a internet que hoje é um concorrente. Mas se continuam vindo à loja é porque querem algo diferenciado, querem experimentar a roupa”, argumenta. Quando ao momento de crise, a comerciante acredita que a situação começa a melhorar, pois avalia que estiveram muito pior nos anos de 2015/2016.

BOM GOSTO

Óculos de sol são opções para presentear

O proprietário da Ótica Real, Nelson Aparecido Gonçalves, também é um otimista, apesar de lembrar que a crise ainda persistente. E revela que para o seu segmento o Natal e o Dia das Mães ainda fazem mais sucesso que o Dia dos Pais. Mas a variedade óculos de sol masculinos não perde em nada para os modelos femininos. Para atrair a clientela masculina e aqueles que querem presentear os pais com óculos, o comerciante investe na vitrine com lançamentos que deve mexer com a vaidade dos homens.

Nelson
Nelson

Quem pretende presentear o pai com óculos de sol deve considerar, além do gosto dele, o formato do rosto. E para não errar, Nelson conta que as atendentes são treinadas para ajudarem os clientes na melhor escolha. A regra geral é de que os rostos mais redondos pedem óculos mais retangulares ou quadrados. Já os rostos mais quadrados ficam bem com as armações mais arredondadas. “A gente auxilia, pergunta sobre o formato do rosto e vai mostrando os modelos”, comenta Nelson.

A armação no formato aviador ainda é a mais cobiçada pelos homens. O modelo voltou à moda com tudo e parece que, desta vez, chegou para ficar. No caso dos tons das lentes para os óculos masculinos, em geral, os homens preferem as cores mais escuras, enquanto as mulheres são mais atraídas pelas lentes degrades. Os espelhados também não caíram no gosto dos homens, nem mesmo dos mais jovens. “A moda hoje para o homem é de óculos grandes”, sinaliza Nelson.

O comerciante diz que as pessoas não precisam ficar preocupadas em comprar e errar no modelo escolhido, ou seja, o pai não gostar. Isto porque, a ótica faz a troca. Afinal, pode se acertar no formato, mas não ser bem aquele o modelo que o presenteado gostaria de ganhar. “Trocamos, sem problema”, frisa. Nelson também está atendendo em novo endereço, com loja mais ampla e um extenso número de marcas e modelos. “Para os homens, a aposta da vez são os óculos que tem o Neymar como garoto propaganda, além daqueles com marcas famosas e tradicionais”, pontua.

multi dia pais

Post anterior

Acusado de matar Lucas pega 25 anos de prisão

Próximo post

Cucchi é campeão em Torneio Internacional