Home»Destaque na Home»Delegacia de Defesa da Mulher de Mogi Guaçu tem nova titular

Delegacia de Defesa da Mulher de Mogi Guaçu tem nova titular

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

A DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) de Mogi Guaçu tem uma nova delegada titular. Juliana Belinatti Menardo, 40, assumiu o comando da delegacia no último dia 16. Em entrevista à Gazeta, na tarde de quinta-feira (21), a delegada explicou que recebeu com alegria o convite feito pelo delegado seccional José Antônio Carlos de Souza. “Fico muito feliz pela indicação feita. É a primeira vez que assumo como titular uma delegacia da mulher, o que significa um avanço em minha carreira, já que vou poder dar importância ao trabalho realizado no combate à violência contra a mulher”.

A nova titular da DDM disse que seu primeiro objetivo na nova função será conseguir junto ao Poder Público outros profissionais para atuarem de forma efetiva na delegacia, como psicólogos e assistentes sociais. “Em um caso de estupro de vulnerável, por exemplo, é importante ter um psicólogo, já que muita das vezes o grau desse crime não deixa vestígios na vítima e o atendimento deste profissional pode atestar o crime. Com isso, medidas protetivas podem ser concedidas e prisões decretadas”.

nova delegada ddm dr juliana belinatti menardoPelo fato de ser mulher, a delegada acredita que os atendimentos às vítimas ficarão mais fáceis. “Eu compreendo que existem muitos delegados homens competentes para atender em uma Delegacia da Mulher, mas acredito também que mulheres e crianças vítimas de violência se sentem mais seguras para contar tudo a outra figura feminina”.

A nova titular da DDM também recebeu integrantes do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CMDM). Isso porque, a vinda de uma delegada mulher para a cidade foi uma necessidade relatada pelo CMDM que, em agosto do ano passado, protocolou o pedido na Prefeitura e na Delegacia Seccional, que também enviou o documento à Secretaria de Segurança Pública do Estado.

A presidente do CMDM, Lamira Oliveira, disse que o Conselho recebeu com muita alegria a notícia da nova delegada. “Nós temos um ano de conselho e em pouco tempo já temos uma vitória. Ter uma mulher na DDM é a melhor forma de garantir os direitos da mulher contra a violência e, agora, vamos continuar juntas no objetivo de conseguir essa rede de apoio, que é uma questão que também já apresentamos ao Poder Público”.

CARREIRA

DDM não tinha titular desde 2013

 Juliana Belinatti Menardo, 40, começou a carreira como advogada na Prefeitura de Cosmópolis. Em 2012, ela prestou um concurso público e se tornou delegada, sendo que sua primeira atuação aconteceu no plantão policial de Barueri, onde ficou por oito meses.

fachada ddmEm seguida, Juliana atuou como titular em Holambra por cinco anos e antes de vir para a DDM de Mogi Guaçu ficou por um ano em Jaguariúna, cidade onde a delegada conseguiu implantar um setor de proteção para a mulher, o que não chega a ser uma delegacia especial, mas que oferece um atendimento preferencial para as mulheres.

Vale lembrar que desde 2013 a cidade não contava com uma delegada titular junto à DDM para registrar os delitos que são cometidos contra as mulheres. A última mulher a estar no cargo foi a atual secretária de Segurança, Judite de Oliveira.

Antes da nova delegada quem estava à frente da DDM era o delegado Alessandro Serrano Morcillo, que acumulou a função assim que o último titular José Emídio Carvalho Silva se aposentou.

Post anterior

Samae estuda alugar prédio da antiga fábrica da Proguaçu

Próximo post

Palco dos Ingás: Calote a empresário é discutido na Câmara