Home»Polícia»Curtas: veículos furtado e roubado e briga de casal

Curtas: veículos furtado e roubado e briga de casal

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

 Moto usada em fuga é abandonada

Na quarta-feira (16), um comerciante atendia um vendedor de refrigerantes, no minimercado no Jardim Casagrande, quando foi abordado por dois homens com uma arma tipo espingarda. Primeiro eles passaram em frente ao estabelecimento, olharam e voltaram para o roubo. A dupla levou R$ 150 do caixa e a moto do vendedor, uma Yamaha Factor, de cor branca. A dupla escondia a arma enrolada em um cobertor. Momentos depois, em patrulhamento pela Zona Sul, os guardas Anselmo e Ferreira localizaram no Jardim Itacolomy a motocicleta intacta, que foi devolvida ao dono.

 

Carro desmontado em 2 horas após roubo

O Citröen C3, cor preta, foi estacionado próximo ao Hospital Municipal “Dr. Tabajara Ramos” por volta das 6h40 da terça-feira (15). Quando o paciente voltou para o veículo, às 7h50, não mais o encontrou. Cerca de duas horas depois, enquanto patrulhavam o Distrito de Martinho Prado Júnior, os policiais militares Andrade e Amarante visualizaram um veículo em meio a uma plantação de eucaliptos. Ao se aproximarem, perceberam que tratava-se do veículo furtado horas antes. Mas as portas já haviam sido levadas, assim como as rodas, pneus, bancos e emplacamento.

 

Amante é expulsa de casa e caso para na delegacia

Policiais militares foram acionados a uma residência no Jardim Progresso, na manhã de terça-feira (15), devido a uma briga de casal. A jovem de 20 anos com a filha disse que não queria mudar, mas que o amásio começou a carregar a mudança em um caminhão dizendo que a levaria para outra cidade. O homem, de 41 anos, morador em Mogi Mirim, disse que a moça era sua amante e que paga o aluguel do imóvel e que já havia conversado com o pai dela que a levaria de volta, uma vez que já devolveu a casa para a imobiliária. Ele negou a agressão, mas os policiais a levaram para exames e o médico constatou hematoma na boca e escoriações em um dos braços. Todos foram levados à delegacia, inclusive o motorista do caminhão. Após o registro de lesão corporal todos foram liberados.

 

Falsos agentes de saúde são denunciados no Centenário

A Vigilância Epidemiológica registrou reclamações de diversos moradores do Jardim Centenário sobre um panfleto distribuído nessa semana informando sobre uma suposta visita dos agentes de saúde. Mas o órgão alerta que golpistas estão distribuindo falsos comunicados com a frase “Houve denúncia do vizinho”. Esses avisos devem ser ignorados.  Em caso de dúvida, o morador pode entrar em contato com a Vigilância Epidemiológica pelo telefone 3811-9800.  Em Mogi Guaçu, o trabalho de contenção dos casos da dengue é feito pela Bump Impermeabilização e Dedetização, de Lins, que venceu licitação para realizar o serviço.

 

Procurados são presos

Policiais militares da Força Tática patrulhavam a Vila Leila, na Zona Norte, quando suspeitaram de uma mulher caminhando por volta das 23h da quarta-feira (16) pelas ruas do bairro. Ao ser abordada e entregar a identidade para consulta, os policiais Lupino, Fantini e Wagner foram informados que a mesma era tida como procurada da Justiça. Daiane Aparecida Gomes Barbosa, 34 anos, vivia em situação de rua e voltou para o sistema prisional feminino. O frentista Antônio Admilson Correia Araujo, 50 anos, estava residindo em Mogi Mirim e veio a unidade do Poupatempo, na manhã de terça-feira (15). Por lá ele acabou preso por um policial civil. Pesava contra Araújo um mandado de prisão, expedido pela Justiça de Leme em fevereiro de 2015. Ele tentou matar a esposa em dezembro de 2009.

Post anterior

Editorial: É preciso conhecer a fonte

Próximo post

Tome Nota de sábado, dia 19