Home»Destaque na Home»Curtas: roubo, tráfico Guaçu-Estiva e máquina caça-níquel

Curtas: roubo, tráfico Guaçu-Estiva e máquina caça-níquel

1
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Ladrões roubam lanche

Um motoboy parou em uma rua, no Jardim Suécia, para procurar o numeral da casa que teria feito a encomenda do lanche. Era noite de terça-feira (3). Repentinamente dois homens surgiram, um deles armado com revólver, levaram a moto, carteira e inclusive o lanche a ser entregue. O pedido foi feito por um aplicativo e ao consultarem os dados encontraram o solicitante que residia na rua onde ocorreu o crime. O cliente, inclusive, se dispôs a ajudar cedendo as imagens do monitoramento. A moto levada é uma NXR 160 Bros, cor vermelha.

 

Drogas do Guaçu para Estiva

Guardas civis de Estiva Gerbi patrulhavam uma das avenidas da cidade quando viram um adolescente de 17 anos sozinho pelo local, sendo madrugada da segunda-feira (2). O menor foi abordado e com ele haviam dez porções de maconha. Negou o tráfico e que tinha comprado para usar com amigo, no bairro Ypê Amarelo, em Mogi Guaçu. Os guardas se dirigiram ao bairro guaçuano na tentativa de localizar o ‘vendedor’ do entorpecente. Com as características encontraram outro adolescente. Com ele não havia drogas e negou o tráfico. Os dois foram levados para a delegacia e liberados somente com a presença dos pais.

 

Furto na cabine do caminhão

Um caminhoneiro de 50 anos deixou o veículo estacionado em uma rua do Jardim Itamaraty, na madrugada de segunda-feira (2). Ao sair com o veículo, percebeu que alguém havia entrado na cabine. Ele havia deixado a carteira com R$ 700. Valor que foi levado por ladrões.

 

‘Caça-Níquel’ em beer

A Polícia Civil investiga o uso de três máquinas de jogos em um beer na Avenida Suécia, no bairro Santa Terezinha. Policiais militares patrulhavam o local, quando suspeitaram da agitação dos clientes na porta do estabelecimento. Ao adentrarem surpreenderam um jovem de 20 anos jogando em uma máquina. O funcionários do local negou serem máquinas de jogo de azar, o que seria uma contravenção penal. A perícia vai analisar as máquinas e o caso segue em investigação.

 

Quase volta para penitenciária

Policiais militares da Força Tática decidiram abordar um veículo suspeito que trafegava na tarde de segunda-feira (2) pelo Jardim São Camilo. Uma das passageiras constou como procurada pela Justiça de São João da Boa Vista. Na delegacia foi esclarecido que ela se mudou daquele município sem prestar informações ao Fórum, sendo então expedido o mandado de prisão. Ela está em liberdade provisória. Após esclarecimentos e orientações, a mulher de 36 anos, foi liberada. O veículo que ela estava tinha a documentação irregular e foi apreendido.

Post anterior

‘Lanternas’ tentam primeira vitória na 3ª Divisão

Próximo post

Motorista perde o controle e atinge veículos estacionados