Home»Destaque na Home»Curtas: furto de placa, produtos piratas e atropelado por trem

Curtas: furto de placa, produtos piratas e atropelado por trem

1
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Furto de placa de PARE

Os guardas civis Darci e Silva foram acionados até o bairro Ypê Pinheiros, na madrugada de domingo (22), onde um homem havia sido visto carregando uma placa de trânsito, inclusive com o poste de ferro. Ao abordarem o homem, os guardas notaram que o empresário de 38 anos estava embriagado. Ele disse que encontrou a placa caída, não sabendo dizer onde, e que pegou para instalar em frente a sua empresa que fica em um dos distritos industriais da cidade. A placa permaneceu apreendida na delegacia e o empresário foi liberado após interrogatório.

 

‘Pirataria’ na feira

Os guardas civis Anselmo e Lucas patrulhavam a feira no Jardim Novo II, na manhã de sábado (21) quando ao se aproximarem de uma banca e notaram que os produtos comercializados não eram originais. O comerciante de 44 anos não tinha nota fiscal de compra e disse que busca os produtos em São Paulo. Os produtos ‘piratas’ foram apresentados na delegacia e os 652 DVD´s e 308 CD´s permaneceram apreendidos pelo delegado Anderson Cassimiro de Lima.

 

Rádio alto e agressão

Era manhã de sábado (21) e um aposentado estava ouvindo rádio na varanda da casa quando a companheira pediu para ele abaixar o volume. Com o canivete na mão, o homem a ameaçou. Ela então pediu ajuda para o filho. Este pegou o cabo de uma enxada e desarmou o aposentado com golpes na cabeça e braços. A mulher viu o companheiro ferido e acionou a ambulância do bairro rural das Chácaras Alvorada. O aposentado permaneceu em observação no Hospital Municipal Dr. Tabajara Ramos.

 

Atropelado por trem

Na noite de sexta-feira (20), o maquinista com carga de soja seguia para Mogi Mirim, quando na altura do Jardim Bandeirantes, avistou um homem sair do mato e sentar sobre a linha férrea. Ele disse que acionou a buzina e os freios de emergência e a pessoa permanecia sentada. Assim que o trem chegou perto a pessoa se levantou e ao tentar sair correndo percebeu que o trem chegou a atropelá-lo. Os bombeiros chegaram a tempo de socorrer o desempregado de 31 anos. Na Santa Casa, os policiais militares Teodoro e Baraldi souberam que a vítima permanecia em observação com escoriações pelo corpo e um corte na cabeça.

Post anterior

“Mais Alfabetização” seleciona estudantes de pedagogia

Próximo post

Após bater na companheira, agressor comete suicídio