Home»Destaque na Home»Curtas: criança sozinha na Rodoviária e furto de residência com carriola

Curtas: criança sozinha na Rodoviária e furto de residência com carriola

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Criança quer voltar para casa

Os guardas civis Coutinho e Arlete foram acionados até o Terminal Rodoviário, na tarde de terça-feira (17), onde havia denúncia de que uma criança estava pedindo dinheiro para comprar passagem para Santo André. O adolescente de 12 anos contou que queria voltar para casa e morar com a mãe. Os guardas convenceram o menino a indicar onde estava morando em Mogi Guaçu e localizaram a residência da avó. Ela contou que o neto estava morando com ela há cerca de 15 dias e não sabia que o neto não tinha se adaptado por aqui. Disse que a mãe do garoto não tinha condições mais de criá-lo.

 

Furtou residência com carriola

Foi preso na tarde de terça-feira (17) o ajudante geral Fábio de Souza, 34 anos, após furtar uma residência no Jardim Bandeirantes. Ele contou aos policiais militares que entrou na casa e pegou o aparelho de som e um home theater imaginando que não tinha dono, já que não havia moradores dentro do imóvel. Após pegar os objetos ele saiu carregando-os em uma carriola. Foi um vizinho que chegava que suspeitou do furto e fechou o portão trancando o autor do furto até a chegada dos policiais Rabelo, Janderson e Dias.  A porta da sala tinha sinais de arrombamento e a dona da casa notou a falta de um tanquinho.

 

Briga em escola

Policiais militares foram acionados até uma escola pública, na Zona Norte, para averiguar uma briga entre alunas. Por volta do final do perídio de aula, de terça-feira (17), a estudantes de 12 anos relatou que um colega, que senta atrás dela fez piadas sobre ela e todos da sala riram. Em seguida, duas outras alunas começaram a ofendê-la momento em que saiu para falar com a diretora. Ela foi cercada na escada e levou um  soco na boca e canetadas nas costas.  A diretora contou aos policiais que tomou medidas administrativas contra as agressoras e o pai da aluna agredida foi orientado quanto as medidas que pode adotar.

Post anterior

Cartório Eleitoral vai priorizar alistamento dos eleitores

Próximo post

Lombada na Padre Jaime gera crítica à SOV