Home»Destaque na Home»Curtas: criança machucada e atropelamento fatal

Curtas: criança machucada e atropelamento fatal

1
Compartilhamentos
Pinterest Google+

 

Criança vítima de maus-tratos

Os guardas civis Márcia e Justino foram acionados no Hospital São Francisco, na tarde de quinta-feira (7), após o médico plantonista desconfiar dos ferimentos em um menino de três anos. O caso está sendo acompanhado pelo Conselho Tutelar como averiguação de maus-tratos. A criança foi socorrida pela mãe, 26 anos, após o padrasto, 21,  informar que havia caído enquanto brincava com a irmã. Mas o médico apontou hematomas e escoriações não condizentes com queda. A mãe disse que fazia exames na Santa Casa e deixou os filhos de 3 e 10 anos, e uma de dois meses com o amásio, com quem está junto há dois meses. A mãe da criança disse que o levou ao postinho perto de casa e foi orientada pela equipe a ir até o hospital. O Conselho Tutelar foi acionado e após depoimentos na delegacia, o casal foi liberado juntamente com a criança e devem comparecer nos próximos dias até a sede do órgão.

 

Mulher morre após atropelamento

Foi sepultada na manhã de quarta-feira (7), a vítima de atropelamento Geny Belarmino Feitoza Marcolino, 56 anos. O acidente ocorreu na noite de domingo (4), na Avenida Bandeirantes. Segundo o condutor da motocicleta Falcon, Lucas Carvalho Ribeiro, de 24 anos, ela seguia de bicicleta sentido centro-bairro quando em determinado momento cruzou o canteiro central invadindo a preferencial dos veículos que seguiam sentido bairro-centro. Ele disse que não conseguiu evitar a colisão e permaneceu no local para prestar esclarecimentos aos guardas civis Josué e Gomes. A vítima foi socorrida pela ambulância do Samu até a Santa Casa onde estava internada e faleceu, na madrugada do de terça-feira (6), em razão dos ferimentos.

Post anterior

Helicóptero Águia sobrevoa Mogi em Operação

Próximo post

Estudante levou maconha e cocaína para escola