Home»Destaque na Home»Curtas: Centros Esportivos invadidos, arma de brinquedo e adolescente ‘ficha longa’

Curtas: Centros Esportivos invadidos, arma de brinquedo e adolescente ‘ficha longa’

2
Compartilhamentos
Pinterest Google+

 

Tumulto na Feira Livre

Era por volta das 11h quando policiais militares foram acionados até a Feira Livre devido denúncia de que morador de rua ameaçava um popular que não queria dar dinheiro para olhar o carro. Os policiais Estevam e Ferraz chegaram a ser ofendidos quando foram abordar o morador de rua, natural de Mogi Guaçu, de 34 anos. Ele ameaçava os policiais. Outro homem que observava a abordagem passou a ofender os policiais durante a revista e também foi levado à delegacia por desacato e ameaça. Após o registro da ocorrência foram liberados.

 

Centros Esportivos invadidos

No domingo (18), guardas civis foram acionados no Ginásio Ari Marchiori, no Itacolomy. O funcionário disse que arrombaram a porta e levaram as frutas que havia na geladeira. Outro funcionário público contou que no Ginásio do Furno, no Parque Cidade Nova, foram furtadas uma bola, um conversor digital, um botijão de gás, um alicate e um toca-fitas. Para furtar os materiais foram arrombados quatro cadeados. No Centro Cultural, o guarda civil que foi fazer a ronda diária percebeu que um dos vidros da bilheteria havia sido danificado.

 

Veículo roubado na Capela

O caldeireiro da cidade de Clementina/SP estava passando alguns momentos de descontração em um bar, na Capela, quando foi roubado. Ao se aproximar do veículo, na madrugada de domingo (18), que estava estacionado próximo, foi rendido por dois homens que o empurraram para dentro do carro. Alguns minutos depois ele foi liberado e os ladrões fugiram com o Strada/2005.

 

Revólver de brinquedo e arma de choque

Os guardas civis Arlete e Coutinho patrulhavam a Vila São Carlos, na tarde de domingo (18) quando se depararam com dois adolescentes sentados na calçada ‘brincando’ com armas. Ao se aproximarem dos irmãos de 16 e 14 anos, perceberam que os dois revólveres eram de brinquedo, mas ao lado deles encontraram uma sacola com uma arma de choque e uma caixa de bolas de borracha. Os rapazes disseram que trocaram um celular pelos objetos na Feira do Rolo. Os pais foram chamados na delegacia e após o registro da ocorrência os levou de volta para casa.

 

Adolescente com ‘ficha longa’

Guardas civis foram averiguar denúncia de tráfico de entorpecente pela Praça São Vicente, no Itacolomy, na tarde de sábado (17). Lá se depararam com um adolescente de 16 anos. Ele tinha R$ 10 e próximo ao banco em que estava, enterrado superficialmente, uma sacola com 11 pinos de cocaína.  O garoto contou que era para venda  e durante a pesquisa na delegacia, constou vários antecedentes, dos últimos três anos, pelo mesmo ato infracional e delitos contra patrimônio. Ele permaneceu apreendido até ser ouvido em audiência com o juiz da Vara da Infância e Juventude.

Post anterior

Força Tática apreende 840 pinos com cocaína

Próximo post

Prefeitura é classificada em fase preliminar de projeto