Home»Polícia»Curtas: canivete é apreendido na escola com adolescentes

Curtas: canivete é apreendido na escola com adolescentes

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Canivete em escola

Uma aluna de uma escola pública na Vila Leila foi levada para a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) após ser acusada de ameaçar duas colegas de classe com um canivete. Duas estudantes de 16 anos disseram que outras três colegas de classe as ofendiam e uma delas pegou o canivete e disse: vou matar uma hoje. Após avisarem a direção, o canivete foi localizado entre o material escolar da jovem. Ela disse que estava limpando as unhas e que não ameaçou as colegas, embora tenha adquirido o canivete para se proteger por ter sido ameaçada por outras pessoas. As outras duas acusadas disseram estar com fone de ouvido e não escutaram as ameaças e que amiga retirava esmalte da unha. Uma delas ainda disse que as vítimas é que disseram que chamariam as irmãs para brigar na saída. A ocorrência foi registrada na manhã de quinta-feira (14) e o canivete com 9 cm de lâmina foi apreendido.

 

Fio enrosca em motociclista

Foi socorrido pelo Samu o autônomo Lucas da Silva Mattos, 19 anos, que se feriu após ser atingido por cabos soltos de telefonia. Mattos trafegava pela Avenida Rodrigo Mazon, no bairro Guaçu Parque Real, vindo do Centro. O acidente ocorreu na noite de terça-feira (12) por volta das 19h30 e por estar escuro ele não percebeu que a fiação estava rebaixada. Os fios se enroscaram na cintura de Mattos, fazendo-o cair da moto.

 

Moto com falsa placa

Policiais militares apreenderam na noite de terça-feira (12) uma motocicleta Titan, cor vermelha, com emplacamento irregular. A placa feita artesanalmente em chapa com numeração em fita isolante. Os policiais Zerneri e Baraldi estavam pelo bairro Canaã II quando avistaram o jovem empinando o veículo por cerca de 50 metros. Foi feito acompanhamento até que o rapaz abandonou a moto e correu em direção a um matagal, não sendo encontrado. Com os dados do chassi, os policiais foram até a casa e o padrasto confirmou que o veículo era do enteado, que não é habilitado e realmente havia saído para dar umas voltas. O veículo foi apreendido pelos policiais.

Post anterior

Parada LGBT: discutir gênero nas escolas é a proposta

Próximo post

Handebol derrota campeão dos Jogos Regionais