Home»Destaque na Home»Curtas: acidente grave, roubo e preso por estupro

Curtas: acidente grave, roubo e preso por estupro

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Casal é atropelado gravemente

Um casal trafegava em uma motocicleta Yamaha Factor, por volta das 23h, quando foi atropelado pelo condutor de um Honda Fit, com placas de Santo André/SP. O acidente ocorreu no domingo (8), no Km 174, pela rodovia SP-342. O casal e o condutor do veículo seguiam sentido Mogi Guaçu- Espírito Santo do Pinhal. O condutor do carro, 27 anos, colidiu na traseira da motocicleta. Com o impacto, o casal foi projetado na defensa metálica, às margens do acostamento. O casal caiu e ficou gravemente ferido. A unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros socorreu o condutor da moto até a Santa Casa  e a mulher foi socorrida pela ambulância da Renovias.

 

‘Gangue’ do roubo

Um adolescente de 17 anos relatou que esperava pelo pai, próximo ao recinto da ExpoGuaçu, na madrugada dessa segunda-feira (9), quando foi cercado por cerca de oito rapazes. Um deles estava armado com uma faca e outro com revólver obrigando a vítima a entregar o celular e a carteira.

 

Desconhecido espancado

Ao anoitecer da segunda-feira (9) guardas civis foram acionados na Santa Casa para registrar uma ocorrência de Lesão Corporal. As recepcionistas contaram que a vítima, do sexo masculino, foi levada para atendimento pela ambulância do Samu. A vítima foi encontrada em uma praça do Jardim Santo Antônio já inconsciente.  Após agravamento do quadro clínico foi transferida do Pronto Socorro para a Santa Casa com traumatismo craniano, permanecendo internado.

 

Moeda Falsa

Um vendedor de Serra Negra registrou denúncia contra o crime de Moeda Falsa, na madrugada de domingo (8). Ele contou que trabalha no interior da festa ExpoGuaçu vendendo bebidas e percebeu que tinha caído em um golpe após vender  dois kits de cerveja. Ele fez o teste da caneta nas notas e conseguiu descrever o suspeito. O empresário Romualdo A. C. F, 25 anos, estava bêbado quando foi detido pelos guardas David e Gomes. Com ele havia ainda sete notas falsas de R$ 20. Após registro da ocorrência na delegacia vítima e indiciado foram liberados.

 

Capturado por estupro

Um atendente estava pelo recinto da ExpoGuaçu, na madrugada de  domingo (8), quando levantou suspeita de guardas civis que patrulhavam o local. Após pesquisa dos documentos pessoais os guardas Sueli, Silva e Honório constataram que o abordado tinha contra si um mandado de prisão pelo crime de estupro de vulnerável (criança e adolescente). Guilherme Camilo de Paiva, 26 anos, deve cumprir oito anos de prisão em regime semiaberto.

Post anterior

Família Souza vence e assume 6ª posição na 1ª Divisão

Próximo post

Curtas: estelionato, cavalo resgatado e veículos recuperados