Home»Cidade»Creches no Chaparral e Guaçu Mirim terminam até setembro

Creches no Chaparral e Guaçu Mirim terminam até setembro

As duas construções sofreram atrasos por conta de problemas com as empreiteiras e, agora, estão na fase final

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

As creches dos Jardins Chaparral e Guaçu Mirim serão concluídas em quatro meses, ou seja, até o mês de setembro, conforme prevê o cronograma de obras. A afirmação é do secretário de Obras e Viação, Salvador Franceli, sob a justificativa de que ambas estão em fase de acabamento.

A construção da creche do Jardim Chaparral foi retomada depois de novo processo de licitação que teve como vencedora a Construelo Projetos e Construção Ltda. O serviço foi orçado em pouco mais de R$ 765 mil. A creche teve a construção iniciada em 2012. O contrato inicial foi rompido, após paralisações consecutivas.

Já a creche do Jardim Guaçu Mirim teve a construção retomada em setembro de 2015, após desistência da primeira construtora contratada. O serviço é de responsabilidade da Construtora Gregal. O valor do contrato é de R$ 1, 1 milhão em recursos do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação), repassados através de convênio com o Ministério da Educação, e R$ 719 mil como contrapartida da Prefeitura.

creche guacu mirimFranceli afirmou que o repasse de recursos está em dia em ambas construções. “A creche do Chaparral está 70% concluída e do Guaçu Mirim um pouco mais que isto. Há menos pessoas nas obras porque a fase de acabamento demanda mão de obra especializada”, diz.

 

OUTRAS

Quanto às creches previstas para o Jardim Zaniboni e Jardim Hermínio Bueno, o secretário revela que dará mais um voto de confiança à MS 7 Construtora Eireli EPP, de Itapira. “Ele nos pediu para retirar o entulho e fazer o aterro no Zaniboni, além da limpeza no terreno do Hermínio Bueno. Já fizemos tudo o que foi solicitado, agora, cabe a eles começarem a obra”, pontua. Franceli atenta que o proprietário alega não constar do contrato de licitação o fechamento lateral da creche, apenas o frontal. Mas isto ele diz que a SOV não fará.

A planilha da obra é enviada ao município pela FNDE, sendo que compete ao município apenas colocar os valores das etapas. “Quando se participa da licitação se tem acesso a tudo que é pedido. Nós, aqui, não podemos mudar”, reitera. A empresa foi notificada e a SOV aguarda o início dos serviços. A previsão é de que a construção começaria em janeiro. Cada obra está orçada em quase R$ 1,5 milhão. O prazo de execução é de 10 meses a contar da ordem de serviço. Os recursos são provenientes do Governo Federal. As creches foram pleiteadas em 2013. 

Post anterior

Dia das Mães: comércio terá horários diferenciados

Próximo post

“Dia D” terá apenas 4 postos funcionando até às 16h30