Home»Cidade»Creche tem fiação furtada pela segunda vez em quatro meses

Creche tem fiação furtada pela segunda vez em quatro meses

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Mais uma vez, a segunda no intervalo de quatro meses, os alunos do Centro Educacional Ernest Mahle, no Jardim Ypê Pinheiro, têm as aulas suspensas por conta do furto da fiação elétrica. O problema foi observado na manhã desta quinta-feira (7), quando a equipe retornou do recesso do período de Carnaval.

furto fiacao eletrica creche ernest malhe

O B.O. (Boletim de Ocorrência) foi registrado pela GCM (Guarda Civil Municipal). Por sua vez, a Secretaria Municipal de Educação enviou equipe à creche para verificar a extensão do problema. Só depois desta avaliação é que será possível avaliar o custo e o período que levará para a realização do reparo. Ano passado, quando a creche foi furtada, no mês de outubro, o conserto ficou em R$ 6 mil, aproximadamente.

Bastante chateada com a situação, a diretora Flávia Braganholi acredita que o furto tenha ocorrido na madrugada desta quinta-feira (7) porque os produtos da geladeira ainda não estavam totalmente descongelados. “Não foi uma perda muito grande porque nunca temos geladeira muito cheia, mas toda perda é significativa”, disse.

furto fiacao eletrica creche ernest malhe

A creche que tem mais de 200 alunos teve de suspender atividades e a retomada das atividades depende do reparo na fiação. “Como chegamos e nos deparamos com o problema, ficamos com as crianças pelo tempo que os pais conseguiram arrumar com quem deixá-las. Agora (9h30), eles estão buscando”, disse Flávia.

Assim como no furto do ano passado, os ladrões cortaram a fiação a partir do padrão de energia (relógio). Como há portas que protegem estes equipamentos, Flávia acredita que a instalação de alarme possa coibir novos furtos. Todavia, a instalação depende da Prefeitura porque a zeladoria do imóvel compete ao Município.

furto fiacao eletrica creche ernest malhe

 

 

Post anterior

Camila e Rafael

Próximo post

Alistamento militar online deve ser feito até 30 de junho