Home»Cidade»Contas: Cidade tem mais de 43 mil inadimplentes

Contas: Cidade tem mais de 43 mil inadimplentes

As contas destes devedores totalizam R$ 24,8 milhões, sendo que cada devedor tem em média três dívidas

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

O final de ano se aproxima e as pessoas começam a fazer planos para as compras de Natal. Mas quem está com o “nome sujo” não consegue crediário. A situação pode ser revertida com a campanha “Acertando Suas Contas”, realizada pela Acimg (Associação Comercial e Industrial de Mogi Guaçu) e Boa Vista/SCPC que oferece 100% de descontos nas taxas de administração, juros e multas para o pagamento em parcela única da dívida.

A campanha começa na próxima segunda-feira (12) e se estende até 21 de dezembro. O atendimento é realizado na própria Acimg, na sala de SRC (Serviço de Recuperação de Crédito). O atendimento é realizado de segunda a quinta-feira, das 8h30 às 18 horas, e sextas-feiras até às 17 horas. Basta apresentar os documentos pessoais, mas a negociação deve ser feita pelo devedor. Caso contrário, deve apresentar procuração.

Para o superintendente da Acimg, Adenilson Junior dos Reis, há uma expectativa de que os inadimplentes utilizem parte do 13º salário para pagarem suas dívidas, ou seja, “limparem o nome”, como se diz popularmente. O município tem 43.800 inadimplentes, o que resulta num total de R$ 24,8 milhões em dívidas. “Estas dívidas acabam quebrando o fluxo de caixa das empresas, porque o estoque fica parado, sendo que já foi feito um investimento”, atenta.  

Adenilson
Adenilson

O superintendente observa que cada devedor tem, em média, 3.1 dívidas, sendo que o valor médio da dívida é de R$ 181, enquanto o valor médio por devedor é de R$ 565. “O total de devedores é de 43.800, o que resulta num total de R$ 24,8 milhões em dívidas”, detalha. Ao quitar a primeira parcela do acordo, o nome já é excluído do cadastro de devedores. A campanha “Acertando Suas Contas” possibilita 100% de descontos nas taxas de administração, juros e multas para o pagamento em parcela única da dívida. É ainda possível pagar em duas ou três vezes, sendo que nestes casos os percentuais de desconto caem para 50% e 30%, respectivamente.

 

MOTIVOS

Segundo Adenilson, pesquisas apontam que o desemprego, empréstimo do nome (oferecer o nome para outra pessoa comprar) e o descontentamento com a loja ou produto são elencados pelos devedores como a causa da dívida.

E outro dado peculiar de levantamento da Acimg, é de que há mais mulheres inadimplentes: 40,93%. Enquanto os homens representam percentual de 21,44%. O restante não declarou o sexo na hora do cadastro de compra no estabelecimento.

A faixa etária que mais acumula dívida é a economicamente mais ativa, ou seja, de 31 a 40 anos, o que representa 12.551 inadimplentes do total de 43.800 devedores. Ou seja, 28,50%. Só esta faixa etária acumula 39.697 dívidas, no valor de R$ 6.297.543,09.

 

Estatística da inadimplência

 

Total de devedores: 43.894

Valor da dívida: R$ 24.835.544,78

Valor médio das dívidas: R$ 181,38

Valor médio por devedor: R$ 565,81

Quantidade média de dívidas: 3,1

Faixa etária que mais deve: 30 a 40 anos

Mulheres inadimplentes: 5.121

Homens inadimplentes: 2.682

Não declararam sexo: 4.708

 

Post anterior

Editorial: Uma oportunidade para a retomada

Próximo post

Ação Fraternal: Grupo se une em prol da ajuda ao próximo