Home»Conta Tudo»Conta Tudo da edição de sábado, 26 de setembro

Conta Tudo da edição de sábado, 26 de setembro

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Ninho tucano recheado, possibilidade de encontros inusitados e o inimigo que pode estar bem ao seu lado. São os bastidores da política que pegam fogo.

Conta Tudo

O PSDB tem demonstrado que é um ninho acolhedor, principalmente para ex-integrantes da Administração passada. De uma tacada só foram anunciadas as filiações de Amarildo Constantino, Major Tuckumantel e Cássio Luciano dos Santos, este candidato a vice-prefeito nas últimas eleições. Todos estão de olho em uma vaga na Câmara Municipal. Um reforço para o PSDB local que corre o risco de perder alguns de seus filiados, caso a sigla não feche com o prefeito Walter Caveanha. Por outro lado, se isso correr mesmo, os recém-filiados terão que se acostumar com o novo posicionamento, agora pró-Caveanha.

Conta Tudo

Em uma dessas possibilidades de um grande apoio a Walter Caveanha nas eleições de 2016, será possível, por exemplo, ver cenas inimagináveis até então, como ter na mesma mesa de discussão em defesa da Administração Municipal o ex-vereador Amarildo e o atual suplente de vereador Ivens Chiarelli, que está de malas prontas para o PTB. Aliás, há tempos Ivens não demonstra nenhuma identificação com o PMDB. Com a chegada de Modesto Júnior na sigla em âmbito local e o possível apoio a HélioMiachon, Ivens preferiu continuar no barco que hoje lhe dá mais brisa – a nau Caveanha.

Conta Tudo

Por falar em prefeito, ele não gostou nada de ver seu secretário de Cultura, Luís Carlos Ferreira, dando declarações à imprensa de apoio a HélioMiachon Bueno, na ocasião da apresentação da nova Executivaprovisória do PMDB. Pode até não ser grande surpresa para ninguém essa ligação que vem de anos, mas soou como um “dormindo com o inimigo”. Por isso, ganha força a versão de que é só uma questão de tempo para que os atuais secretários dacota de Hélio peçam exoneração de suas Pastas, confirmando o iminente rompimento da aliança Walter/Hélio.

Conta Tudo

Quem precisa movimentar-se no meio político para mostrar que também conta com um grupo coeso é o pré-candidato a prefeito Marcos Antonio. A revolta de Tailândia no PT- partido que deve deixar nos próximos dias – e sua reafirmação de que quer mesmo a cadeira de chefe do Executivo mostrou que o acordo para que o vereador oposicionista fosse seu candidato a vice-prefeito não estava tão bem acordado assim. Tailândia segue na sua pretensão de ser prefeito de Mogi Guaçu, desejo expressado ainda no momento de sua posse na Câmara, em 2013. Algo que desde aquela época tem incomodado Marcão.

Conta Tudo

Em Mogi Mirim, o facão não tem tido descanso na Prefeitura. O prefeito Gustavo Stupp determinou 36 exonerações de cargos comissionados e seis reenquadramentos de cargos, uma economia de quase R$ 500 mil mensais.Stupp também determinou a retirada de FGs do SAAE, diminuiu a frota municipal de veículos e reduziu até o próprio salário em 20%.Mas em tempos de crise e queda na arrecadação o facão não dá trégua e a partir da próxima semanahaverá redução da jornada de trabalhonas repartições públicas para seis horas diárias até o final do ano, o que resultará em mais economia, mas certamente haverá reclamação de quem precisa dos serviços. Lá já começou.

trofeu*O troféu “Onde está Wally?” vai para o presidente do PT local. Galou chamou todo mundo para anunciar quem seria o candidato a prefeito pela sigla e na hora H: “onde está o vereador?”. Que fase da estrela vermelha! Até a semana que vem.

Post anterior

Como construir uma carreira de sucesso?

Próximo post

Editorial: Qual será a decisão do PSL?