Home»Cidade»Combate à dengue: cidade já registra mais de 500 casos

Combate à dengue: cidade já registra mais de 500 casos

Ontem (12), agentes da Visa, da VE e da SSM inspecionaram imóveis da Rua Chico de Paula

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Esta semana os casos de dengue chegaram a 531, conforme o apontado no relatório semanal da VE (Vigilância Epidemiológica), divulgado na última sexta-feira (12). O município já soma 1.314 notificações este ano, sendo que 121 pessoas aguardam o resultado de exames. Os demais deram negativo para a doença.

As ações preventivas, com bloqueio, busca ativa e eliminação de criadouros de larvas e nebulização contra o mosquito Aedes aegypti continuam. Nesta sexta-feira, as equipes de nebulização pulverizaram inseticida no Jardim Bela Vista e bairros adjacentes.

De acordo com a secretária municipal de Saúde, Clara Alice Franco de Almeida Carvalho, os pacientes têm apresentado sintomas leves e não há nenhuma suspeita de morte decorrente da doença. Em Mogi Guaçu, já houve confirmação de circulação do vírus tipo II da dengue. Na ocasião da epidemia de 2015, quando houve mais de 15 mil casos, o vírus era do tipo I. 

vistoria casas dengueOntem, em uma operação conjunta, agentes da Visa (Vigilância Sanitária), da VE e da SSM (Secretaria de Serviços Municipais) inspecionaram imóveis da Rua Chico de Paula que, por permanecerem fechados, impossibilitam serem vistoriados em ações de combate à dengue. O trabalho foi realizado com autorização judicial de liminar que permite o acesso ao interior desses imóveis, independente de permissão dos proprietários. Um chaveiro contratado pela Secretaria de Saúde acompanhou a equipe para abrir fechaduras e cadeados. A Guarda Civil Municipal deu apoio.

Foram vistoriados oito imóveis, de uma lista de 17 denunciados à Ouvidoria Geral do Município. Em dois deles, comerciais, foram encontrados recipientes com água que podem servir de potenciais criadouros do mosquito Aedes aegypti, embora não contivessem larvas.

Nesse caso, a Visa lavrou auto de infração média e multa aos proprietários dos dois imóveis com base na Lei 4.950. Os proprietários também serão notificados pela SSM para limpar os terrenos dos imóveis. Caso não façam a limpeza, os donos serão multados também pela SSM. (CHSM com informações e fotos da Secretaria Municipal de Comunicação)

Post anterior

Artigo: O guru de Bolsonaro

Próximo post

Salvador diz que resolverá alagamentos