Home»Destaque na Home»Comandante quer priorizar o policiamento comunitário

Comandante quer priorizar o policiamento comunitário

Tenente coronel Denilson Natal Colombo assumiu no dia 25 de agosto e já traça metas de trabalho

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

O tenente coronel Denilson Natal Colombo assumiu o comando da Polícia Militar da região há quase um mês. Desde junho, ele atuava como subcomandante no Batalhão da PM e assumiu a função no lugar do tenente coronel Marcos Aurélio Martins dos Santos, que passou para a reserva. Colombo foi transferido do 36º Batalhão da PM, sediado em Limeira, onde trabalhou por 22 anos. É com a experiência adquirida em cidades maiores que a da região da Baixa Mogiana que ele pretende integrar a PM com a comunidade e com outros órgãos de segurança.

Sua prioridade é o policiamento comunitário, a aproximação com a população e aumento da sensação de segurança por meio de operações policiais.  O que mais chamou a atenção do comandante foi o número de furtos e roubos de veículos. Para combater esse crime, está sendo desenvolvida uma operação de patrulhamento.

novo comandante batalhao policia militar tenent coronel colomboColombo está agendando uma reunião com o comando da Guarda Civil Municipal. Ele quer integrar as ações de patrulhamento. Segundo ele, a intenção é otimizar o uso das viaturas nos bairros. Dessa forma, onde estiver uma da guarda não é necessário deslocar uma viatura da PM. E vice-versa. “O interessante é que a GCM seja nossa parceira e quem ganha com isso é a população”.

Trabalhar com apoio da Vigilância Sanitária e de fiscais de postura também é uma proposta, principalmente quando nas operações policiais são encontrados estabelecimentos funcionando irregularmente. Ele conta que com o apoio do Conseg e dos órgãos de fiscalização da Prefeitura conseguiram reduzir alguns índices criminais nas cidades da região de Limeira.

Nos últimos dias, Colombo visitou prefeitos da região para tratarem de assuntos relacionados à segurança pública e às necessidades de cada município. “A Polícia Militar não pode ficar distante da sociedade, temos que buscar parcerias e as pessoas podem exercer o ato de cidadania por fazer denúncias de qualquer crime pelo Dique 190 ou 181”.

 

Mais metas

Entre as metas pessoais do comandante está a continuidade dos trabalhos desenvolvidos pelos seus antecessores. “E um policiamento mais de aproximação com a comunidade, digo imprensa, clubes de serviço e outros órgãos de segurança. Uma das minhas bandeiras também é dar atenção às Operações Direção Segura (ODS). A gente não pode esquecer, vamos intensificar com operações integradas com órgãos de trânsito como Detran (Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo) porque cerca de 50 mil pessoas morrem por ano no país”.

A valorização dos policiais da área do 26º Batalhão também está na pauta. Os treinamentos das equipes deverão ser feitos em parcerias com a Polícia Militar Rodoviária e com o Exército Brasileiro.

Post anterior

Exposição “A Padroeira” pode ser conferida na Capela

Próximo post

Prefeito veta presença de doulas nas maternidades