Home»Cidade»Com quase 3 mil casos de dengue, “fumacê” é feito

Com quase 3 mil casos de dengue, “fumacê” é feito

0
Shares
Pinterest WhatsApp

O Jardim Chaparral II foi o primeiro a receber o serviço de termonebulização que visa matar o mosquito transmissor da dengue, o Aedes aegypti. O serviço, realizado pela Bump Impermeabilização e Dedetização, começou segunda-feira (30) e difere do procedimento anterior. O acompanhamento é feito pela equipe do Pecd (Programa de Epidemiologia e Controle de Doenças) da Secretaria Municipal de Saúde.

O município ficou mais de três meses sem nebulização, ou seja, o procedimento habitual desenvolvido pela Prefeitura para matar o Aedes aegypti. Isto por causa da falta de inseticida, visto que o produto era fornecido pelo Governo Federal. Daí a contratação da empresa para o serviço, porém com outro tipo de inseticida e forma de utilização.

“É um pouco diferente do que a gente fazia, mas o produto é bem similar. Faz uma fumaça que é aplicada de baixo pra cima e consegue atingir calhas, lajes, frestas atrás de guarda-roupas, embaixo da cama, ou seja, locais que com o outro inseticida era muito difícil de conseguir atingir”, comenta a bióloga do Pecd, Cristiana Folchetti Monteiro Ferraz.

O único inconveniente do produto é fazer bastante fumaça, pois o inseticida é diluído em óleo mineral. Mas Cristiana atenta que a dose é feita para o mosquito e não vai causar problema para a saúde das pessoas nem de animais. “A gente só pede um pouquinho mais de cuidados com peixes e passarinhos que são animais menores”, atenta explicando que devem ser deixados fora do local de aplicação. No mais, as orientações são idênticas ao procedimento anterior, como aguardar 20 minutos para entrar em casa. A fumaça vai chegar até na rua, mas ela não é concentrada, o que significa que o morador não estará respirando inseticida.

Mogi Guaçu tem quase 3 mil casos de dengue. A termonebulização será realizada apenas nos bairros em que está havendo transmissão da doença, o que é o caso do Jardim Chaparral II e região. O serviço se estenderá por dois meses e foi contratado, por meio de licitação, no valor de R$ 65,6 mil.

Previous post

Liminar suspende lei que prevê pagamento retroativo do dissídio

Next post

Binho participa da VI Etapa do Superbike de Motovelocidade