Home»Cidade»Cobertura vacinal é de 10% na primeira semana

Cobertura vacinal é de 10% na primeira semana

População-alvo é de 6.888 crianças de 1 a 4 anos, vacinação é feita nas 22 unidades de saúde, das 8 às 11 horas e das 13 às 15h30

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

A cobertura vacinal contra a poliomielite e o sarampo nos quatro primeiros dias da campanha nacional chegou a quase 10% da população-alvo em Mogi Guaçu, que é de 6.888 crianças de 1 a 4 anos. É o que apontam os dados da VE (Vigilância Epidemiológica), conforme o informado pela assessoria de imprensa da Prefeitura. Desse total, 663 crianças receberam a vacina contra a poliomielite, popularmente conhecida como paralisia infantil, e 656 foram imunizadas contra o sarampo.

Em ambos os casos, a faixa etária com maior número de doses é a de dois anos de idade, com 194 vacinas contra a pólio e 193 contra o sarampo, o que corresponde a mais de 11% de cobertura vacinal. A campanha começou na segunda-feira (6) e se estende até o dia 24 deste mês. A vacinação é feita em todas as 22 unidades de saúde, das 8 às 11 horas e das 13 às 15h30.

No posto de saúde do Jardim Boa Vista, a coordenadora Regiane Gomes de Lima Domingues diz que cerca de 20 crianças foram vacinadas na unidade no decorrer desta semana, o que avalia como uma boa procura. Aliás, ela comenta que, em geral, a clientela daquela região sempre responde muito bem às campanhas.

Vacinação contra sarampoUm exemplo é a mãe do pequeno Benjamin, um ano e dois meses, Amanda Sperandio que o levou na manhã desta sexta-feira (10) para receber o reforço das doses de pólio e sarampo. “Sempre fico atenta às datas das vacinas”, diz reforçando achar de extrema importância as campanhas.

Com orientação da equipe do posto de saúde, a mãe foi orientada a retornar com o pequeno para a próxima dose de vacina dia 10 de setembro, ou seja, dentro de 30 dias. Nesta ocasião, segundo Regiane, o pequeno receberá a dose da vacina tetra viral previne sarampo, caxumba, rubéola e catapora.

 

 

DIA “D”

Para maior mobilização, no “Dia D”, sábado (18), o horário de vacinação será ampliado e ininterrupto, das 8 às 16 horas, em todas as 22 unidades de saúde. É importante que os pais ou responsáveis levem a carteira de vacinação da criança.

A poliomielite estava erradicada no Brasil desde 1990 e a circulação do vírus do sarampo eliminada em 2016. Hoje o país enfrenta problemas nas coberturas vacinais de rotina e a reintrodução dessas doenças no território nacional.

Post anterior

Dia dos Pais: Exemplo de vida que nasceu no tatame

Próximo post

Cidade tem cinco pré-candidatos a deputado estadual e federal