Home»Caderno C»Cleber Rosa: sucesso também no teatro

Cleber Rosa: sucesso também no teatro

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Os vídeos de Cleber Rosa alcançaram 25 milhões de visualizações. Uma marca considerável para qualquer “youtuber” e ainda mais para um novato que fez a primeira postagem há apenas cinco meses. Mas não é de hoje que o humorista traça este caminho. Agora, ele chega ao teatro com o show “Nói que é Pobre” em que fala um pouco das diferenças entre os ricos e pobres. Por aqui, ele se apresenta no próximo dia 12, às 21 horas, no Teatro Tupec.

Certamente, você já viu um dos vídeos de Cleber Rosa que faz reclamação ao telefone, o que possibilita abordar vários temas. E uma destas reclamações, mais precisamente sobre o filme “50 Tons de Cinza”, que projetou o trabalho do humorista pelo YouTube, Facebook e WhatsApp. Outra, mais recente e também sucesso, é a qual fala de Rodrigo Hilbert, reclamando do modelo “homem faz tudo”.

cleber_rosa_humorista1Cleber Rosa é de Pouso Alegre (MG) e conta que, apesar da fama recente, trabalha com humor desde 2001, quando escrevia o jornalzinho da escola. O envolvimento profissional aconteceu em 2007, quando estreou programa de rádio em outra cidade mineira, Cambuí (MG). “Comecei a me profissionalizar, criei um stand up e blog de humor. Mas, depois de tudo isso, meus amigos começaram a insistir que era a hora de entra na internet. Em fevereiro deste ano, eu postei o primeiro vídeo”, conta Cleber relatando que a ideia de fazer reclamações surgiu ao acaso. O humorista estava em casa, chovia muito e ele pegou o controle da antena para fingir que estava falando, fazendo uma reclamação. “Foi quando me veio a ideia dos vídeos de reclamações”, arremata.

No teatro, onde tem feito uma média de cinco shows mensais, o sucesso tem se repetido e com uma plateia bastante diversificada: de crianças a idosos. Isso porque, o próprio humorista tem como filosofia de trabalho não falar palavrões. E assim conduz um show com mais de 1h30 de duração.  Ah! E claro que o humorista vai fazer uma reclamação no palco e considerando um assunto local. “Sempre pesquiso o que está acontecendo na cidade para falar no show”, conta. Ele aproveita para adiantar que algumas personagens começarão a surgir nos vídeos e no palco. O Priscilo, o nerd, foi o primeiro deles, mas o humorista promete outros. E se ele não cumprir, já sabem…é só reclamar!.

 

SERVIÇO

Nói que é pobre

Com: Cleber Rosa

Onde: Teatro Tupec

Quando: dia 12 de agosto

Horário: 21 horas

Ingressos: R$ 50 (inteira), R$ 40 (antecipado) e R$ 25 (meia entrada)

*Promoção solidária: levando um quilo de alimento não perecível paga meia.  

Post anterior

Maurício Meirelles em novo stand up no Tupec

Próximo post

ClassiMais, 5 de agosto de 2017