Home»Destaque na Home»Cigano que atirou em sogra e cunhada é preso

Cigano que atirou em sogra e cunhada é preso

Rone estava foragido desde abril, quando atirou na ex-sogra e na ex-cunhada

2
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Foi preso na manhã dessa quarta-feira (23) o cigano Rone de Freitas, 24 anos. Ele estava foragido desde o mês de abril, quando atirou contra a ex-sogra e a ex-cunhada, que residiam no Jardim Califórnia. Ele estava à procura da ex-companheira Tayná, filha de Lenice da Silva Ribeiro.

Rone que vive em acampamentos em Mogi Guaçu e Itapira foi preso às 10h30 no município de Divinolândia. A delegada Edna Elvira Salgado Martins contou que durante as investigações Rone quase chegou a ser preso, em Itapira, mas conseguiu fugir. Investigadores da DIG (Delegacias de Investigações Gerais), com ajuda de policiais civis de Divinolândia localizaram uma residência em que Rone estaria morando. Porém, ele foi localizado na rua, dentro de um carro e não esboçou reação.

Quando chegou na DIG, por segurança, a rua da delegacia foi interditada com a ajuda de viaturas da Guarda Civil Municipal. Autoridades temiam que ciganos do acampamento da família de Rone pudessem aparecer e haver tumulto no local.

À delegada, Rone disse que naquele dia atirou para cima e não tinha intenção de matar. O cigano também alegou que elas o ameaçaram com tijolo e pau.

252_Tentativa Duplo Homicídio Jd Califórnia

Lenice levou um tiro de raspão na nuca e a filha Tuany levou dois tiros na barriga e um no ombro direito. A ‘bala’ no ombro ainda está alojada no local.

Rone foi preso com base na Lei do Feminicídio, em vigor desde março desse ano. A lei qualifica a tentativa ou homicídio de mulheres como crime hediondo. A pena é de 12 a 30 anos de prisão

 

 

Post anterior

Educação nega superlotação em salas de aula

Próximo post

Cigano é preso por porte ilegal em Itapira